terça-feira, 21 de outubro de 2008

ALMÍSCAR


Tenho andado mesmo sem tempo para escrever aqui, pois estou com muitas canções por terminar, letras que estou fazendo para algumas melodias que me enviaram, uma música para um disco do meu time, o Internacional e também coisas para meu disco novo, além de gravações e mixagens.

Pretendo postar um texto em prosa em um ou dois dias, enquanto isso deixo três pequenos poemas que escrevi em um dia de chuva. Não possuiam nome e resolvi batizá-los com uma palavra que talvez os una, pois combina com o perfume delicado dos versos.

Boas vibes a todos!


*** *** *** *** *** *** *** *** *** ****

ALMÍSCAR


Os dedos delicados vão descendo

Buscando aninhar-se entre novelos

Passeiam entre pétalas e pêlos

E aportam no portal de vênus

 

As ondas derivadas desse encontro

Invadem pela praia o continente

E toda guarda cai como num sonho

Deixando um só gemido inconsciente

 

O universo todo em torvelinho

Concentrado fica nesse instante

Como se voltasse pro seu ninho

Pra recriar o espaço onde se expande

 

*** *** *** *** *** *** *** *** *** *** 

 A garça gravitando na garoa

A proa apontada pro poente

A língua levitando uma leoa

Ao som da flauta pan em sua mente

 

*** *** *** *** *** *** *** *** *** *** 

 

Havendo o beija-flor bebericado

Na fonte de um gerânio hospitaleiro

Vôou levando o bico açucarado

De um pólen que buscava paradeiro

 

E assim beijando a ave outras flores

Que amores despertavam só de vê-las

Sentiu-se logo o pólen encantado

Levando um gineceu a ver estrelas


*** *** *** *** *** *** *** *** *** *** 

7 comentários:

Fabiana. disse...

Gostei mais do poema do beija-flor, é mais minha cara, e que mais diz minha alma nesse momento.

Adoro poemas, são de um paladar oculto como o abissal oceânico.

Hannaly O. disse...

Adoei Antonio!
Espero que em breve possa compartilhar alguma dessas tantas composições que tens feito!

Passando a te admirar cada dia mais! =)

Um beijão!

:*

Fernanda Garcia disse...

Adorei os poemas...E como assim fazendo uma música pro internacional?É bem que o inter ta precisando de uma boa música(haha)...

Quando puder e se der, posta o refrão de alguma música aqui...?

BeijO. ;)

Thuysa Guerra disse...

Nossa! Que poema hein? Adorei.
Bjos e uma ótima semana p/ vc Totonho.

Carla disse...

Lindos poemas!!!
Eu já imaginava que tu eras colorado, um cara inteligente como tu só podia ser...hehe..."Matamos" o Boca no Beira Rio ontem hein, jogo lindo...Tô curiosa para ouvir a música que tu estás fazendo pro Inter, e esperando teu show aqui em Poa no Opinião mês que vem...
Bom trabalho e muita inspiração pra ti!!
Beijão!!!

Ceres Fernanda disse...

Olá Totonho! É a primeira vez que posto aqui! Mas, há anos, lá na tua terra São Gabriel, que te acompanho! Bom, sou suspeita, pois sou fã de carteirinha. Amo seu trabalho, e a forma como escreves. Com carinho e admiração, sempre! Abração!

ana carolina cardoso disse...

Nossa!
que lindos!
Antonio cada dia que passa te admiro mais.
já pensou esse primeiro poema na voz da Ana?
na próxima Turner dela?
seria perfeito!
beijão.