segunda-feira, 6 de outubro de 2008

MILONGAS DOMINGUEIRAS, EL CUMPLEAÑOS DE CHICO BOSCO







Domingo, 5 de outubro. Um dia para se lembrar. Acordei perto de meio dia porque ficamos vendo filmes até tarde, entre eles O Último Bandoneon, um documentário que nos aproxima do universo desse instrumento de origem alemã, que foi criado para substituir o órgão em celebrações religiosas e que, ao chegar na Argentina, no começo do séc. XX,  encontrou no tango a música perfeita para expressar sua sonoridade, com uma recíproca tão verdadeira que parecem, o instrumento e o estilo musical, nascidos um para o outro. 
E, de fato,  aquela música descendente da milonga, com raízes africanas e  traços dos imigrantes italianos e, principalmente, dos gauchos vindo da la pampa, e que era tocada  na zona porteña de Buenos Aires com piano, flauta e violão, ao casar-se com o bandoneon atingiu o ápice de sua altivez,  de sua doçura e melancolia. 

Usando como fio condutor a história de uma musicista, Marina Gayoto, que, para integrar uma nova orquestra que estava sendo formada pelo brilhante compositor e maestro  Rodolfo Mederos,  precisava adquirir um bandonéon em boas condições, o diretor Alejandro Saderman traça um painel social e cultural da música e sua relação com a sociedade argentina, onde a atração principal  é o próprio tango, que se apresenta, no filme, enriquecido pelos belos arranjos de Mederos.  Era dia claro quando me despedi de la película.

Desperto e já distante do tango, no começo da tarde,  fui votar no Jóquei Clube da Gávea, onde, por coincidência, encontrei  o Marco Aurélio  Ribeiro, presença constante aqui na Câmera, e que, além de escrever sobre esportes no Globo, é também locutor de turfe. Ele gentilmente nos ciceroneou em um passeio pelo Jóquei fazendo-nos conhecer as tribunas, os restaurantes e as instalações profissionais, onde ocorrem a pesagem dos jóqueis e a cabine de onde são narradas as corridas. Obrigado, Matungão, pela sua cortesia.

Meu voto deu certo, o Gabeira foi pro segundo turno, e, à noite, fomos comemorar na casa do aniversariante do dia, Francisco Chico Bosco, escritor, filósofo e letrista, filho de Ângela e do grande mestre João Bosco de quem é parceiro em inúmeras canções. 

(Engraçado, hoje esse blog está com cara de coluna social! )

Mas a reunião foi muito divertida, servida atenciosamente pelo anfitrião e sua querida mulher Antonia Pelegrino, que também é escritora e roteirista e que sempre tem coisas interessantes a dizer. Aliás a festa estava propícia a boas conversas e foi muito bom reencontrar meu parceiro Bebeto Alves, cujo excelente disco Devoragem teve release assinado pelo Chico.

Entre amigos novos e antigos, tive bons momentos com o também filósofo, poeta e letrista Antonio Cícero, autor de diversos sucessos da música brasileira, principalmente com sua irmã Marina Lima e também com João Bosco, Lulu Santos e Adriana Calcanhoto. Temos combinado de compor juntos há um tempo, desde que nos conhecemos na casa de João  há uns 4 anos atrás.  Mas acho que agora sai.

Cícero também tem um blog que está aninhado em seu site oficial
 http://www2.uol.com.br/antoniocicero/.

E ficamos falando  sobre essa atividade de escrever na internet com o Bebeto,  que também já blogou muito em seu site  

www.bebetoalves.com.br 

mas que agora está afastado da atividade. 
- Uma pena, porque além de grande compositor ele escreve muito bem!

Entre os bons de conversa, também encontrei o roteirista Hugo Moss, com quem falei de cinema e rock'nroll, lembrando ainda o filme de Selton Mello e outras novidades nacionais.  Ele tinha colaborado no filme Amores Possíveis em cuja trilha participei compondo em parceria com João Nabuco algumas músicas, entre ela o tema principal. 

Depois fui apresentado ao excelente poeta Renato Rezende, cujo livro Noiva, devorei num começo de manhã do mês de agosto e continuo devorando, pois que a cada dia sua escrita me revela novos sentidos, coisa típica da boa poesia.

Falamos sobre Rimbaud uma influência para ambos e também sobre Gerard de Nerval, outro poeta francês do Sec XIX, precursor do modernismo e cuja personalidade  foi estudada à luz da psicologia Junguiana, no livro Puer Aeternus, da psicóloga Marie-Louise Von Franz, devido a seus sonhos, seus surtos, suas visões e também pelo seu traço de pueril eterno, nome douto da popularmente conhecida Síndrome de Peter Pan

Essa conversa me remeteu à primeira vez que estive no Cemitério Pére Lachaise em Paris, onde encontram-se alguns dos túmulos mais célebres e visitados do mundo, como os de Allan Kardec, Chopin, Oscar Wilde, Isadora Duncan, Molière, La Fontaine, Proust, Edith Piaf, Jim Morrison e entre outros os de Honoré de Balzac e Nerval que ficam frente à frente. 

Lembro que na época acabara de ler Aurélia, de Nerval, e que, ao  deparar-me ao acaso na frente de seu túmulo,  uma lágrima furtiva surpreendeu meu rosto. Na época ainda não havia me debruçado sobre a Comédia Humana e por isso fiquei um longo tempo pensando em Nerval, sozinho e de costas para um grande grupo que levava flores a Balzac. Lembro-me de ter refletido de como Nerval morrera pouco conhecido e que ainda o era nos dias de hoje.  E saí dali com a cabeça no poeta sem dar muita atenção à lápide do romancista com seu busto esculpido por Rodin.

O tempo passou e tornei-me grande apreciador da obra monumental de Balzac, que conheço em parte. Aliás ontem na casa do Chico vi em sua estante um volume de Ilusões Perdidas da mesma edição com que me iniciei na arte balzaquiana, se não me engano com tradução de Mário Quintana.  Depois que aprendi francês, tive oportunidade de lê-lo no original o que lhe confere ainda mais sabor. 

Falando nisso,  constatei, in loco, que na França não se aplica o termo balzaquiana para as mulheres na casa dos trinta anos, parece que isso é uma invenção brasileira, inspirada principalmente no livro Mulher de Trinta do Honoré. No livro Eugenia Grandet, a personagem principal também passa por uma transformação libertadora depois de completar sua primeira revolução de saturno (cerca de 28 anos - claro que esse dado astrológico não está no livro), assim como diversas outras mulheres da Comédia,  tão bem retratadas pela pena de Balzac.

Mas, diz-se que, nos dias de hoje,  a balzaquiana estaria mais para a mulher de 40, pois a expectativa de vida é maior e o amadurecimento tem rolado mais tarde (puer aeternus) , para os homens principalmente, mas também para as mulheres.  Pensando nessas coisas ocorreu-me que também há um outro tipo de mulher, que às vezes chamo de  Proustiana, pois independente da idade, está sempre Em Busca do Tempo Perdido. Mas esse é um tema a ser desenvolvido num  post posterior. E, para que não fique uma visão parcial masculina, peço que as leitoras colaborem com o tema.

Voltando à casa do Chico, ainda estava lá o Léo Tomassini, um cara que tem um humor que bate muito bem com o meu e que é compositor e cantor de sambas, integrou o grupo Familia Roitman e está gravando um disco solo com participações de Guinga e Caetano. Aliás, o Caetano também estava lá e é sempre muito bom encontrá-lo, pois além do enorme artista que é, revela-se sempre muito amável e muito bom de conversa. Rimos muito da coluna do Agamenon (leia-se Casseta e Planeta) na contracapa do Segundo Caderno do Globo de domingo que listava os candidatos do Rio e falava que o grande temor de Eduardo Paes era que o Gabeira nele encostasse, pois vá que ele (Paes) acabasse gostando ...

Havia uma euforia geral na festa devido à passagem de Gabeira para o segundo turno. Todos, ou quase todos ali haviam no mínimo votado no 43, e muitos haviam ajudado de alguma forma na campanha. Eu sempre acreditei e continuo acreditando, por isso deixo como dica aos que me lêem e que moram no Rio, que, pelo menos procurem se informar melhor antes de votar no segundo turno. O que está em jogo é o destino da cidade cartão postal do Brasil, a cidade maravilhosa cheia de encantos mil. E no currículo de Paes há muita coisa feia e uma campanha de R$ 3 milhões que pode comprar e fazer calar a boca de muita gente.  E Gabeira, ao contrário, tem uma ficha limpa e a coragem para mudar e recuperar a cara boa do Rio.

Agradeço a todos que comentaram e não precisam se desculpar por gostar mais da versão samba de Istancov.  A idéia é essa mesmo, apresentar o material para que vocês apreciem e tirem suas próprias conclusões. Eu, particularmente, gosto do trabalho do Jr Tostói e do Rodrigo Campelo nessa música, há uma brincadeira com o nome de sonoridade russa do personagem, eles colocaram sons de clarins e um discuso de Putkin numa praça em Moscou, samplers de ignição de carros, um violão de uma corda só com som de balalaika e misturaram guitarras distorcidas com os sons originais da versão samba.  Mas gostei de ouvir as opiniões, acho muito salutar essa discordância. Houve muito boas colaborações entre os comentários. Sigamos, pois nesse contato que está muito gostoso! 

Kiana e Thuysa, em breve Além do Paraíso chega a Natal!

Abraços e excelente semana a todos!



Indicações
Livros: Noiva de Renato Rezende e Banalogias de Francisco Bosco
Disco: Devoragem de Bebeto Alves
Prefeito do Rio: Gabeira (a escolher no dia 26 de outubro).

Legenda das fotos de cima para baixo:
1. Renato Rezende, eu, Bebeto Alves e Chico Bosco / 2. Gabriela, eu Léo Tomassini
3. Bebeto comigo e Antonio Cícero. / 4. Gabriela, eu, Eucanaã Ferraz, Chico Bosco, Ana, Marcelo Pies, Caetano, Tatiana Salem Levy, Antonio Cícero e Evando Nascimento.
5. Cartaz de El último Bandonéon


40 comentários:

Bebeto Alves disse...

...e se eu comentasse que as vezes a gente se sente assim como quem pisa na lua, um dia assim, mais ou menos assim, alguma coisa nem tímida, mas boa de reter na mão, no coração, com quietude, por alguns segundos, só para ver se soltar e ganhar o tempo, um espaço aberto no olhar de cada um. O Chico tb propõe. E as gentes em plena revolução,em criação nos sustentam mais um pouco, para além de cada um, assim por tudo e todos. Quanta generosidade hein? Isso é que é !
bjs Seo Antonio, foi ótimo lhe reencontrar la, especialmente.
Ah, e como havia lhe dito, este blog é uma praçinha bacana cheia de gente bonita aqui passeando.
To!

Marco Aurélio Ribeiro disse...

Antonio

Tive grande prazer em mostrar meu "habitat" para você e Gabriela. Volte sempre, pois existem emoções que só o turfe pode proporcionar. E, não tenho lá muita certeza, mas acho que o Istankov também esteve lá domingo...

Abração

Juliana disse...

Oi Tonho!
Iremos para o segundo turno,você ai no Rio,e eu aqui em BH.
A disputa ai no Rio vai ser interessante,Paes vai fazer de tudo para conseguir os votos dos eleitores que apoiaram Crivella,pois são eleitores conservadores,evangélicos e que nunca iriam apoiar um candidato que defende o uso da maconha.Paes vai com certeza usar essas armas para conseguir votos.Vou ficar torcendo pra que Gabeira consiga reverter essa situação.Eu gosto de gente sincera e que fala o que pensa,ele é inteligente.Vou torcer pra ele.
Ai...ai...Aqui qm BH tá triste como já havia comentado.Fui votar domingo super triste por não ter em quem votar.Mais quando eu estava saindo do colégio onde voto,me deparei com um senhor de aproximadamente 80 anos,ele estava com muita dificuldade em andar,tinha um pessoal ajudando ele,e eu fiquei ali acompanhando ele até ele entrar e achei aquilo a coisa mais linda,porque ele não tinha mais a obrigação de votar,mais ele foi lá exercer seu direito de cidadão.Ver aquele senhor salvou meu domingo.
Ai Caetano é tudo neh?Meu Deus esse homem é incrível não canso de admirá-lo.
Tonho meu lindo boa sorte pra vcs ai no Rio!Essa cidade precisa de muito carinho!
Beijo querido!!!!!!!!

Camilinha Ribeiro disse...

Oi Tonho!!!!
Saudades meu lindu, adoro vir aqui, queri vc em Curitiba este ano pra t ver :) bjus meu linduuuu

Fabiana. disse...

lendo esse post fica dificil falar de filmes e livros - coisa que agora na faculdade fica meio restrito, mas ainda tento conciliar principalmente com obras de Alvares de Azevedo (coisa antiga não?) e Rodgers and Hammerstein’s (que particularmente amo!). Vejo filmes que meu pai compra como clássicos Ben-hur e Cavalgada com o Diabo sobre a guerra civil americana. Bem 'rotineiro' o meu estilo dizendo melhor, bem ao contrario dos seus, muito bom a sua resenha. Lembranças a todos!

Hannaly O. disse...

Antônio! Olha, tô achando que o Gabeira chega lá hein. Agora é torcer. E os 'fiéis' do Crivella de fato são Eduardo Paes no segndo turno!

Confesso que tô aprendendo muita coisa aqui.

Vou seguir suas indicações.

Obrigada mais uma vez, teu blog está fazendo parte de meus dias.

Te admiro, te respeito!

:*

Paulino Fernandes disse...

Essa noitada deve ter sido boa, hein? Também sou apreciador de Rimbaud, mas nunca li Nerval. Quanto a Balzac, foi um grande retratista da sociedade burguesa nascente na França do sec. XIX. Já li alguns de seus livros, é interessante como os personagens principais de um livro reaparecem com menos importância em outros o que torna o seu universo mais verossímil.
Engraçada essa história de mulher proustiana, mas não vou meter a colher, vou deixar espaço pras moças.

Vou seguir suas dicas de leitura e de música. Esse Bebeto também é gaúcho?

Ah! Com Gabeira eu já estou!

Abraços
Paulino

Juliana disse...

Tonho!
Voltei,achei um vídeo do Vander Lee,têm o Marco Lobo,vê ai:
http://www.youtube.com/watch?v=TJKhdHn9VKg
Essa e com o Zeca Baleiro(adoroo):
http://www.youtube.com/watch?v=TJKhdHn9VKg
Beijo meu querido!

Thuysa Guerra disse...

Bom saber que vc estará em Natal em breve! Essa notícia darei eu mesma a Kiana, ela vai pirar de felicidade. rsrsrs

Um grande abraço.

Kiana_Nursing disse...

Oi Totonho!!!

Ihhh cmo a Thuysa falou,já pirei de felicidade com essa noticia!!!
Jesuiiis apague a luz,Totonho em Natal,ô sorte,cmo diria nossa Jajá hehehe =D
E por falar em Jajá,traz ela na "bagagem" tb Totonho,ai a festa seria completa hehehe Pense q ela deixou saudades aki na Cidade do Sol!!!! =D

Agora vc me deixou ansiosa hein?O.o

Venha logo,logo,estarei na primeira fila te prestigiando com certeza,e levarei minha Thurma inteirinha cmgo hehehe
Só p ir te adiantando,minha thurma é a mais animada dos Shows,vamos cantar do ínicio ao final hehehehehe
Num vejo a hora de ouvir ao vivo Da laia do lama,Ela nao sabe dizer adeus,amores possiveis,aiii ô noticia boa danada!!!!

Estarei eu,e toda minha thurma [inclusive Thuysa] te aguardando aki,por esse dia!!!!

ahh tb tô ouvindo suas musicas aki do obra aberta,qndo eu tiver uma "humilde" opinião sobre suas canções virei aki postar,olhe,é uma opinião leiga,mas,saiba,ouvirei de coração aberto!!!!=D

ahh,sobre esse post,axei super interessante saber sobre as mulheres balzaquianas,cmo surgiu a denominação,mto interessante...sem falar da denominação "proustiana" mulher sempre "em busca do tempo perdido" mto boa essa sua colocação hehehe tb gostei de sua descrição da visita a túmulos de personalidades famosas da França[é tao rico de detalhes,que parece q estamos lá qndo lemos],Edit Piaf[Non, Je Ne Regrette Rien,Ne Me Quite Pas]eu ouço e gosto mto [detalhe nao sei nada de Francês rsrs],mas a emoção q ela passa nas musicas,sua voz,me deixa emocionada!![também vi o filme sobre sua biografia,e gostei muito]

Ihh cmo sempre,falo demais,ops,escrevo demais ehehe

Voltarei aki p colocar a opinião das musicas =D

xero,da sua fã potiguar =D

Anna Luna disse...

Antonio

Muito boa sua resenha para Último Bandoneon.
Fiquei com vontade de ver. Vou procurar os livros também. Já tinha ouvido falar do Banalogias, faz parte de uma coleção muito bacana da Objetiva da qual já li um livro do seu conterrâneo Moacyr Scliar sobre a culpa. O Bebeto também já é meu conhecido, pelas parcerias com você, mas ainda não ouvi o Devoragem. Onde eu encontro aqui no Rio? E qual editora do livro Noiva?

Sobre a Busca do Tempo Perdido, conheço muitas mulheres nessa vibe. Ou mulheres que fizeram família, tem filhos, depois se separaram e estão em busca de prazer, assim como mulheres que só trabalharam e/ou se divertiram e agora estão deseperadas por encontrarem-se solteiras e sentindo os limites biológicos para a maternidade.

Mas não devemos nos iludir, há homens também na mesma situação, apenas com a diferença de que os homens não sentem os limites para serem pais. Mas há os homens recém separados, desesperados por prazer e alegria e, muitas vezes se tornam franco atiradores. E muitas vezes abordam de forma inconveniente.

Conselho para os homens: peguem leve! Nós também gostamos de belas palavras.

Conselho para as mulheres: Não se comparem jamais, cada uma tem sua beleza e seu destino. Procurem realizar-se da melhor maneira possível de acordo com sua sabedoria e busquem sempre mais. Se não der pra ter filhos biológicos, adotem uma criança. Isso pode ser incrivelmente bom.

Thabata Levy disse...

O blog está cada vez melhor. Assuntos pertinentes e lindas fotos de pessoas e paisagens interessantes.
Quanto a "La Recherche du Temps Perdue" , ainda estou longe de me preocupar. Mas talvez por isso mesmo deva planejar para que não me torne depois uma mulher proustiana.

Mas Anna Luna disse tudo, cada pessoa, não só as mulheres, mas os homens também, enfim todos nós devemos viver de acordo com as próprias convicções, verdades e vontades.

Estou com uma pessoa que amo, mais velha do que eu, experiente e muito amorosa. Nos divertimos muito juntos. Uma hora vamos ter filhos. Ou não... Estamos Viniciosamente vivendo o "Infinito enquanto dure" ...

ana carolina cardoso disse...

O bom de vir aqui... é que alem de saber mais, e ficar mais "próximo" de quem a gente admira, a gente aprende muito também!
Seu blog ta cada vez mais "gostoso" de ler.
beijos!
te espero em Recife.
A câmera também é cultura!

andrea disse...

totonho acho seus comentários incríveis,também estou com gabeira mas infelizmente não voto no rio;espero ansiosa seu próximo show no rio vou levar o cd que ganhei no última quinta"hideaway"pra vc autografar.bjs!!!!!!!!!

andrea disse...

totonho,acho seus comentários incríveis também estou com gabeira mais infelizmente não voto no rio,espero ansiosa seu próximo show no rio vou levar cd que ganhei na última quinta"hideaway"quero uma linda dedicatoria.bjs!!!!!

Karine disse...

Oi Tonho

tenho vindo sempre aki, mas nunca escrevi. E vou sempre na Obra Aberta ... gostaria muito de conhecer as músicas novas, essa Além do Paraiso que voce falou. Moro em Goiania e fico torcendoo pra você vir cantar aki Tonho. Quando é que você vem? Por favor, ponha as musicas novas inteiras, pelo menos pra gente ouvir ...

beijão
você tem muitas fãs aki
Karine

Marina disse...

Antônio,
Grande Allan Kardec,o codificador da Doutrina Espiríta,e junto ao túmulo,erguido como os dólmens druídicos,acima de sua tumba,têm escrito:"Nascer,morrer,renascer ainda e progredir sem cesar,tal é a lei."
Tonho,eu fiquei sabendo que você participou do programa Zoombido do Paulinho Moska(adoro mais do que pipoca,rs)acho que no ano passado,e eu não consegui ver,tinha no youtube,mais não consegui achar,será que vc sabe onde encontro?É tão legal aquele programa,queria saber mais sobre seu processo de criação.Se souber onde eu encontro,você me da uma luz?
Beijo meu lindo!!!!!!!!!!

Alvinho disse...

Grande Totonho

Assisti seu show no Canecão no ano passado, com um bandaço com cordas
< a maior bossa!
Foi a única vez que lhe vi ao vivo. Peguei um pedaço do especial no canal Brasil, show de bola! Onde foi aquele show, com orquestra, num teatro lindão?

Maneraço, irmão. Teu site tá demais!
Achei o blog compridos, maior papo cabeça...
Não li tudo, to sempre com pressa!
Mas to vendo que a mulherada gosta!
tamo junto.

Saudações flamenguistas
Alvinho

Rafael disse...

Super Antônio!
Estava eu aqui assistindo uma entrervista com a Ana,ela até citou seu nome,cara como ela é inteligente,eu ficaria horas ouvindo ela falar,muito bom.
Toco violão a nove anos e comecei a tirar algumas músicas suas,são muito boas,estou querendo muito ouvir Ouro,coloca ai pra galera ouvir,rs.
Abração

Mônica disse...

Totonho,

Quando posso venho aqui saber das novidades e sempre encontro coisas interessantes. Você falando a respeito do filme que viu (O Último Bandoneon) me fez lembrar de uma música maravilhosa, Adiós Nonino do Astor Piazzolla e seu bandoneon “mágico”. Quanta força e dramaticidade alternada a uma suavidade melancólica, numa contínua fusão entre movimentos rápidos e lentos. Ao longo da música, a gente percebe que o tema mais rápido ganha suavidade, ainda que sem perder sua rapidez, enquanto o tema mais lento vai ganhando dramaticidade, ainda que mantendo um tempo mais alongado. Perfeita!!! Li algo que falava se não me falhe a memória, que a canção foi concebida no leito de morte de seu pai. Ele foi um gênio do tango, cheio de influência no jazz.
Sua semana de passeios e com pessoas que parecem bem interessantes e inspiradoras. Tu deve aproveiar e ter boas idéias compor depois disso.
Já “falei” muito... Vou parar por aqui.
Bjusssss
Monikete

Thuysa Guerra disse...

Olá Totonho!

Eu de novo, liga para a Kiana não, ela pirou depois que eu dei a notícia.. rsrsrs
Imagina, trazer a Jajá na bagagem.. Tá pirada é Kiana? rsrsrs
Mas nossa turma certamente é a mais animada nos shows que acontecem por aqui, e eu a paparazzi da turma..rsrsrs
Um abraço e aguardaremos vc.

Paula Estrela disse...

Olá Antônio,

Esse espaço está cada vez mais lindo e rico. Política, dicas culturais e o que mais vier (e que venha!!!).

Fico submersa em assuntos jurídicos e do MP, então passar por aqui é um dos momentos lúdicos do dia :D!

Fazia tempo que não ouvia falar da Revolução de Saturno, porque eu tenho certeza que passei por ela ...com direito a grandes mudanças, separações e dramas afins! (Por volta dos 28 anos mesmo).

Pensei no termo balzaquiana (que sempre utilizo com bastante humor) e só sei mesmo de uma coisa: depois dos 30 a alma expande e o corpo "escorre" ...risos... ô tragédia viu!

Quanto a questão TEMPO me inspiro em Caetano:

...

"Peço-te o prazer legítimo
E o movimento preciso
Tempo tempo tempo tempo
Quando o tempo for propício
Tempo tempo tempo tempo...

De modo que o meu espírito
Ganhe um brilho definido
Tempo tempo tempo tempo
E eu espalhe benefícios
Tempo tempo tempo tempo..."


Beijos e eterno sucesso!

Kiana_Nursing disse...

Owww sonhar nao paga né?é de graça hehehehee

E tb trazer a Ana num é má ideia =D
Agora que estou sabendo que ela falou em entrevista que em março tem 20 shows pelo norte/nordeste,vá que dentre esses 20 shows,sobre um por aqui né?E se o Totonho vier em março?huaahauhua
Olha ai,nada é impossivel kkkk

Mas,vou ter que concordar,pirei mesmo com a noticia,ver o Totonho ao vivo,ihhhh vou esperar ansiosa hehehe

Thuysa é nosso paparazzi viu Totonho,portanto,prepare-se p/ os flashs dela,ela faz um book de cada show que vamos juntas =D

Voce nem imagina o book dos shows da Ana e da Taviani que fomos juntas!rsrs

Sobre as musicas do obra aberta já tenho uma opinião:
ouvi "prima do ciume",gostei muito da letra e da melodia,remete a algo dramático,muito bom!E a outra música "istancov" achei divertidissima,e concordo com alguem aqui que disse que gosta mais da versão "samba" hehehe ficou bem original,também prefiro o samba!Já tô curiosa para ver o restante da obra hehehe

Aguardaremos,eu,Thuysa e o restante da nossa Thurma [chamamos nossa turma carinhosamente de "ANAmigas",já que foi a partir da Ana que nos aproximamos],você vai percerber durante o seu Show aquiem Natal a animação de nossa turma!!!=D


xero,de sua fã potiguar

Fernanda Garcia disse...

Passando pra desejar um ótimo resto de semana...E aproveitando pra "falar" que teu blog ta tri massa...

Bjos.!

Janaina Martins disse...

Antonio

Lindo o seu site, muito bem cuidado, ótimas fotos. Incrível como você circula, Quincy Jones não é pra qualquer um. E também Don Grusin, Milton Nascimento, só a nata. Conheci seu trabalho como cantor em dois programas de TV, no Conversa Afinada e no Canal Brasil. Maravilhoso show com orquestra. Estive também no seu Myspace. Muito bom ver aquelas fotos ouvindo Ela não Sabe dizer Adeus e Snao Sebastião. Que bom gosto!

Agora, deve ser dose ficar com essas fãs de Ana carolina na sua cola. Eu até gosto do trabalho da Ana, aquela canção Carvão é muito bonita, refinada e principalmente as suas músicas, com exceção de Rosas que parece mais um resvalo de carreira. Mas esse pessoal da Ana é obcecado e parece que não penetra na profundidade do seu trabalho.

Adorei o blog, li quase tudo, inclusive comentários.
Você escreve muito bem e sobre coisas que me interessam, dá vontade de ficar lendo horas, parece que estamos mesmo conversando com você.

Parabéns por tudo.
Quando é que tem show em Sampa?

Por favor avise, pois irei com certeza e levarei alguns amigos que já ficaram curiosos de tanto eu falar.

Abraço e tudo de bom pra você!
Jana

Samuel disse...

Antonio,
O seu blog é ótimo!Gostei muito dos seus comentários.
Li um texto do Arnaldo Jabor muito interessante sobre as mulheres de 30(as melhores na minha opinião).Da uma olhada:

“Á medida que envelheço, e convivo com outras, valorizo mais as mulheres que estão acima dos 30.
Estas são algumas razões do porquê:
- Uma mulher de 30 nunca o acordará no meio da noite para perguntar: “O que você está pensando?” Ela não se importa com o que você pensa, mas se dispõe de coração se você tiver a intenção de conversar.
- Se uma mulher de 30 não quer assistir o jogo, ela não fica à sua volta resmungando. Ela faz alguma coisa que queira fazer. E, geralmente é alguma coisa bem mais interessante.
- Uma mulher de 30 se conhece o suficiente para saber quem é, o que quer e quem quer. Poucas mulheres de 30 se incomodam com o que você pensa dela ou sobre o que ela está fazendo.
- Mulheres dos 30 são honradas. Elas raramente brigam aos gritos com você e durante a ópera ou no meio de um restaurante caro. É claro, que se você merecer, elas não hesitarão em atirar em você, mas só se ainda sim elas acharem que poderão se safar impunes.
- Uma mulher de 30 tem total confiança em si para apresentar-te para suas melhores amigas. Uma mulher mais nova com um homem tende a ignorar mesmo sua melhor amiga porque ela não confia no cara com outra mulher. E falo por experiência própria. Não se fica com quem não se confia, vivendo e aprendendo né???
- Mulheres se tornam psicanalistas quando envelhecem. Você nunca precisa confessar seus pecados para uma mulher com mais de 30. Elas sempre sabem.
- Uma mulher com mais de 30 fica linda usando batom vermelho. O mesmo não ocorre com mulheres mais jovens.
- Mulheres mais velhas são diretas e honestas. Elas te dirão na cara se você for um idiota, se você estiver agindo como um!
- Você nunca precisa se preocupar onde você se encaixa na vida dela. Basta agir como homem, e o resto deixe que ela faça.
- Sim, nós admiramos as mulheres com mais de 30 por um “sem” número de razões. Infelizmente, isso não é recíproco. Para cada mulher de mais de 30, estonteante, inteligente, bem apanhada e sexy, existe um careca, velho, pançudo em calças amarelas bancando o bobo para uma garçonete de 22 anos.
Senhoras, eu peço desculpas:
Para todos os homens que dizem, “porque comprar a vaca se você pode beber o leite de graça?”, aqui está a novidade para vocês: Hoje em dia 80% das mulheres são contra o casamento, sabe por quê? Porque as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro só para ter uma lingüiça. Nada mais justo.”
Valeu irmão!

Paula Estrela disse...

Sempre volto...ô vício!!!

Tonho,

Que arranjos lindos em Garganta (na obra aberta)!!!! Eu ainda não tinha escutado ...aquele início, nossa que LINDO ( e o resto tbém).

Bjos again!

Rimou?? kkkk

Camilinha Ribeiro disse...

Totonho....
Eu d novo lindu, kkkk, pra pessoa que falou mal da Jaja, so digo uma coisa" de tantas mil maneiras eu posso ser, estou certa que uma delas vai te agradar...." agradou não, então vaza, e não adimito que falem mal da jaja nem de vc meu lindu, e outra coisa, não gosta da Ana, problema teu, o Totonho, mesmo sendo amigo de Jaja, não tem nada haver com a historia, não gosta da Ana, não enche...
Desculpa Totonho, mais isso me tirou do sério, e outra coisa minha "querida" Totonho adora os fãs de Jaja diferente de tu, que so sabe criticar....
pronto, ja disse tudo ufaa!!!
Bjus meu lindu!!!!

Thuysa Guerra disse...

Kiana tb não precisa entregar que é um book né?!
Rsrsrs

Contando o tempo já para o seu show Totonho, vou no show da Jajá dia 29 de novembro, comemorar o meu niver, e ano que vem inicio meu mestrado já comemorando aqui c a Jajá de novo e aguardando a sua vinda.
Abraço grande e bom fim de semana.

Thuysa Guerra disse...

Estou ouvindo Prima do Ciúme agora através do seu site..
Muito boa!!!
Parabéns!

Taiane disse...

Ei Antonio

parabéns pelo blog.
A "Câmera" tá com lindas imagens e lindos textos.
Obrigada por partilhar com a gente suas experiências...

Amei a Prima do Ciúme e também sua versão para Sinais de Fogo. Super pop...

Quando é que vai ter show "Aqui" em BH?

Muios beijos
com carinhos da fã
Taiane

Juliana disse...

Olas Antonio Villeroy!!
Q noticia boa!!!!
Mandei ontem um e-mail pra Produção perguntando de shows pra Sao Pauloooo!
HOJE, olha que nem esperava tanta rapidez, já foi respondido e SIM!!! 04 de novembro - Tom Jazz!
Postei na comunidade da Ana pq ninguem quase estava sabendo aqui! VCS me matam! hehehe Se eu pudesse e o dinheiro desse... Enfim... "Grana eu nao tenho nao, mas me divirto"
Agora é esperar!!!!! Até mais! Abraços

Francieli disse...

Olá. É a primeria vez que apareço por aqui. Dei uma lida breve nas últimas postagens, mas quero voltar com mais calma. Gostei das dicas de livros e filmes e das discussões de diversos temas.
Espero que estejas no TSP, aqui em Porto, em novembro...
Até!

Claudiana disse...

Olá Antonio

que surpresa linda!
Entrei no site do Tom Jazz pra conferir a programação e vi que você se apresentará lá no dia 4 de novembro. Inclusive foi lá que peguei o endereço de seu site (lindo por sinal!) e entrei aqui no Blog. .. Ai, como tô atrasada, chego aqui e tá o maior bafafá. Adorei!
Você é daqueles artistas que acompanho de longe, começou com uma música que a Luciana Mello gravou, depois também vi seu nome no disco de Paula Lima e acabei descobrindo que você faz muitas músicas que a Ana Carolina canta e que eu adoooro! Enfim, fui descobrindo aos pocos. Agora to louca pra ir Além do Paraíso com você ... rsrsrs
Hum! não me interprete mal, quero muito ir no seu show ... Com certeza estarei lá no dia 4 de novembro. Adorei a foto de você dançando.

Beijos pra você lindão.
Cla

Kiana_Nursing disse...

Voltei aqui novamente hehhe

Em resposta ao que Janaína falou,somos fãs da Ana com muito orgulho,assim como tb somos do Totonho,pq se nao sabe,os dois são praticamente irmãos,e cada um,com a sua carreira,ajuda o outro,mtos sucessos da Ana veio através de canções do Totonho,e por isso,o Totonho tb começou a ser "visto" e conhecido por tantas pessoas,entao,não dá p separar uma coisa da outra,eles sao cmo a unha e o esmalte,e tenho certeza,q o Totonho nao se ofende em nada,em ter fãs da Ana admirando seu trabalho tb...Eu gosto dos dois de formas distintas,assim cmo eles são diferentes um do outro...ahh,e p vc q disse q "Rosas" foi um resvalo de carreira,saiba,q Rosas é de Totonho hihihi e por sinal,eu adoro e acho linda,mostra uma "sensibilidade" feminina na letra,q vc obviamente nao percebeu...

Desculpa Totonho,mas,assim cmo a Camilinha,nao resisti,e tive q expor e defender a Ana,a vc e principalmente,aos fãs dela,q nao deixam de ser tb seus fãs,e q uma coisa,nao impede a outra...

E pelo menos no meu caso,sou uma admiradora do seu trabalho,independentemente do da Ana,até pq,tenho seu Dvd e seus discos,assim cmo os da Ana tb...Escuto e acompanho a carreira dos dois =D

Pronto,falei x]


xerooo,de sua fã potiguar

Thuysa Guerra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thuysa Guerra disse...

Kiana nota 1000 pra vc! Engraçado que a percepção das pessoas às vezes é curta demais, muitas músicas (e as melhores como Nada te Faltará, que eu adoro, passa uma msg legal e eu já a usei muito para trabalhos acadêmicos; Rosas que eu adoro, entre outras), são em parceria com Antônio Villeroy, cuja Prima do Ciúme, Da Laia do Lama e Ela não sabe Dizer Adeus, - exceto a primeira, ouço todos os dias, entre outras tb é claro, se eu fosse colocar aqui o que ouço todos os dias não terminaria mais de postar..rsrs.
Eu sou fã da Ana, mas sou obcecada pela "minha" vida e apenas gosto do trabalho dela, entretanto tb sou fã do Antônio, da Taviani, da Calcanhoto, do Vercillo, do Djavan,...
...aos que lêem isso aqui e postam comentários, é preciso respeito pela dignidade humana dela e do Antônio e particularidade de cada um de nós que lemos e tb postamos aqui..
Conhecimento a gente vai buscar na fonte, assim como a música que é bonita na voz de quem canta, aos meus olhos é mais bonita ainda pq procuro ver os autores das composições, vou sempre na fonte.
Adoro suas músicas, conheço todas, independente de outros artistas.
Parabéns pelo seu trabalho!!!
Espero ele aqui em Natal, e, Totonho, quando vier abra camarim pelo amor de Dels..srsrs
Gostaria de uma foto com vc e com o Gastão Villeroy tb.
Um abraço.

Carla disse...

Quanta felicidade!!!
Abro sua agenda hoje e com o quê me deparo?? Show em Poa-RS dia 19/11 e no Bar Opinião que adoro, simplesmente senssacional!!!Estarei lá com certeza, estou no aguardo da venda dos ingressos...
Beijo e até loguinho Antônio...rsrs...

Ligia disse...

Querido Villeroy!

Para variar um pouquinho, estou sempre lendo tudo o que você escreve com muita atenção e prazer.
Seu blog está cada dia melhor.
Você passeia com tranquilidade por diversos assuntos e argumenta muito bem sobre todos eles.
Embora eu não me manifeste sempre (talvez por não ser tão "íntima" das palavras quanto você), estou sempre por aqui, pois acho muito interessante tudo o que você escreve e gosto da forma com que você se expressa.
Este endereço está nos "meus favoritos"!

Em visita ao seu site, descobri que dia 04 de novembro você vai fazer em show em Sampa.
Eu vou estar lá por conta do Salão do Automóvel.
Espero SINCERAMENTE que não sejam locais muito distantes.
Não conheço nada em SP, mas vou começar a sondar desde já.

Um beijo pra você

Anna Luna disse...

Antonio

Aqui no Rio está tocando muito a música Tolerância com gravação ao vivo de Ana Carolina.
Desde que saiu o disco Dois Quartos que falo dessa música e de Nada te Faltará como as mais bonitas e urgentes daquele disco.

Acho essas músicas complementares:
em Nada Te Faltará tem o verso "Peço paz aos filhos de Abraão" ...

e em Tolerância há vários versos que parecem ter uma segunda camada de leitura que remete também para questões raciais, religiosas e sexuais como
"Não importa a sua crença, eu quero a diferença que me faz te olhar de frente
pra falar de Tolerância ..."
E depois
"Se pareço ainda estranho, se não sou do seu rebanho e ainda assim te quero ..."

Acho incrível a forma como essas duas músicas dialogam. Eu adoraria que Nada Te Faltará também tocasse no rádio. Se fosse em outros tempos, provavelmente tocaria, mas hoje as rádios estão mais comerciais e subestimam os ouvintes.

Mas o que eu realmente estou esperando são as suas músicas novas com você cantando.
Ouro e Além do Paraíso, por enquanto só ficaram na promessa ...
Quando você pretende colocá-las na Obra Aberta?

Por falar nisso, vi que em inglês você optou por Working in Progress e em Portugês e Espanhol por Obra Aberta/Abierta. O que você pensou primeiro em Obra Aberta ou em Working in Progress? Obra Aberta foi por influência do ivro de Umberto Eco?

E outra coisa, sei que essa sua sessão está no site desde o final do ano passado.

O Caetano esse ano fez o show e também o blog Obra em Progresso, que seria a tradução literal de Working in Progress.

Isso foi coincidência?

Mais uma coisinha: esse seu post já está com uma semana. As pessoas já estão se repetinhdo aqui na sessão de comentários porque devem estar todos esperando um texto novo seu.
- Sem pressão, claro! rsrsr

Obrigada pela atenção
Boa semana pra você
Beijos
Anna