terça-feira, 28 de outubro de 2008

O REDENTOR ESTÁ COM UMA COR ESTRANHA



Hoje gostaria de falar só de música, de comentar o que tem sido escrito aqui pelos visitantes da Câmera, mas comecei a semana triste com o resultado das eleições no Rio de Janeiro e não conseguirei fugir desse tema.

Parece que o plano do governador Sérgio Cabral de fazer o feriadão para tirar os eleitores do Gabeira da cidade funcionou. Ficaram de fora das eleições aqueles que estavam indo só na onda, aqueles que acharam que não fariam falta e aqueles que queriam votar mas infelizmente   tinham outros compromissos fora da cidade.  

A abstenção foi de 20% dos eleitores, o que chega a quase 1 milhão de pessoas, sendo que os maiores índices de faltantes aconteceram no Centro (30%) e na Zona Sul (25%), ambos redutos eleitorais de Gabeira. Como se sabe a diferença entre os candidatos foi muito pequena, portanto os votos dos que se abstiveram fizeram falta.

É uma pena que as pessoas tratem seu próprio destino dessa forma. E é claro que havia muitos eleitores de Paes que também foram só na onda, outros foram por cestas básicas, outros por R$ 50.  Soube-se  que Eduardo Paes fez campanha no domingo percorrendo 250 Km da cidade fazendo essas ofertas, o que é ilegal. Ia de carro de um bairro a outro, percorria ruas a pé, às vezes  correndo pra ganhar tempo  e fazendo agradinhos até que seus advogados o dissuadissem para que não causasse anulação do pleito. 

Falou-se também em uso de Caixa 2, desvio de merenda escolar para comprar votos aqui e ali. Sabe-se também de mesários que votaram no lugar dos ausentes. Teve o caso de um eleitor que compareceu nos últimos minutos e constatou que haviam votado no seu lugar. 

Também ouvi uma história muito escabrosa de que Paes teria chantageado Lula com um dossiê que incriminaria um dos filhos do Presidente, o que não é de se duvidar, pois como é que o Lula depois de resistir à adesão da campanha, entre outras coisas, por ter sido chamado de chefe da quadrilha por Paes na época da CPI do mensalão,  veio ao Rio, apertou a mão, fez fotinho e submeteu-se às  câmeras de vídeo engordando o programa eleitoral do seu desafeto? 

Na ausência de uma prova concreta, prefiro pensar que a podridão não tenha ido  tão longe, pelo menos por parte do Presidente.

Enfim, também gostaria de acreditar no prefeito eleito para governar o Rio, que ele vai trabalhar mesmo para a melhoria da cidade. Mas quando abro hoje o jornal a manchete já fala da quebra de 3 promessas de campanha por parte de Paes logo no dia seguinte ao da sua eleição.
O que pode vir depois?

Hoje o Cristo está com uma luz vermelha. 
Será que foi a pedido do Paes?

Eu preferia que estivesse verde.
Mas o Gabeira não renunciou às suas idéias de mobilizar a população e pretende conclamar os cidadãos para ações comunitárias efetivas contra a dengue e outras mazelas. Fiquemos atentos e vamos fazer nossa parte.

Boa semana à todos.
Quand même! *


* Interjeição dita até hoje pelos franceses e que foi consagrada na época da restauração do regime monárquico (1814-1830), e que significa mais ou menos "apesar de ..."

16 comentários:

Belle disse...

Oi Totonho...a decepção e tristeza não foi só sua...pode ter certeza!
Essa eleição foi bem frustrante...ainda mais porque a diferença foi mínima, se não me engano, 55.000 votos!!!
Infelizmente, perdemos uma ótima oportunidade de melhorarmos a nossa cidade que a cada dia que passa deixa um pouquinho de ser maravilhosa...:-(
Bom,pelo menos, a minha parte eu fiz!
Quanto ao cristo redentor, botaram uma luz rosa sobre ele por causa de uma campanha contra o câncer de mama.
Beijos! (esperando ansiosamente o seu show!!!)
Isabelle!

Fabiana. disse...

Bom, realmente o Paes seguiu uma linha eleitoral "pré-definida" já com roteiro pronto. O PMDB e coligações deste lideram não só no município, mas em vários outros entes da União. Ouvi relatos de pessoas que estavam 'cansados' desse mesmo partido, um seguindo o outro eleição após eleição, quando justificavam o porquê de votar no Gabeira - à exemplo ok?.

E foi assustador no meu ver, a cada 5 minutos de apuração em tempo real ver a quantidade de pessoas com votos brancos e nulos. Não achei que seria em números significativos, que fariam sim a diferença.

Agora, a esperar desse novo governo, bom, acho que esperar já nem é a palavra mais apropriada, e sim assistir pela tv e pelas ruas os investimentos que estão trancados com cadeados com aquela placa bonita de destaque de "obras X"... agora vai subir o muro de compensado pra ver o terreno...

(:/

Gabi Simas disse...

A parte 'boa' dessa coisa toda é para todo mundo ver (e, infelizmente, esse todo mundo se resume a pouquíssimas pessoas) o quanto um voto faz diferença.

Se essa percepção mudasse, estaríamos bem longe de onde estamos, num patamar diferente.
A diferença pequena de votos faz o cidadão, no mínimo, se contentar com seu ato. Eu sempre espero que as pessoas apenas pensem, por enquanto..

Beijão

Fernanda Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda Garcia disse...

Olá...lendo o que escreveste da pra ter a MAIOR noção de que UM voto faz TODA diferença...A diferença foi mtoo pequena,e tenho certeza que se não tivessem tantos votos nulos,o Gabeira teria ganhado.

Só resta agora esperar e ver o que mudará no RJ(pra ruim ou pra bom).

BjO.

Girl disse...

Nas eleições municipais de 2008 até morto vota. No Rio de Janeiro, até vota-se duas vezes. Esse é apenas um acontecimento dos varios absurdos que ocorreram nessas eleições. O candidato Eduardo Paes se aproveitou dos eleitores, robando-lhe a diginidade em troca de merendas. Além disso, jogou sujo com seu adversário de campanha, apelando para as ofensas. Seus meliantes cometeram inumeras irregularidades e sua "campanha" foi vergonhosa para o Rio.

OBS: Aliado a isso, cerca de 1 milhão de cariocas não participaram da votação do segundo turno. Seja por descaso, irresponsabilidade ou questão pessoal dos eleitores, a culpa é do Feriado na Segunda-Feira que prejudicou as eleições. Porque não se adiou o Feriado? Sabendo que ele causaria um grande número de abstenções (20%).


Sinceramente, às vezes, vendo certas coisas e sabendo de outras... Dá até vergonha de ser brasileira. E o pior que a maioria se cala para todas as irregularidades existentes. E lá vem mais 4 anos de... "mesmice". E viva a democracia! =O

Kiana_Nursing disse...

Oi Totonho!!!
Não sou do Rio de Janeiro,cmo se sabe,mas ao ler seu relato,percebi o qnto o voto é importante,q a abstinencia de alguns,fez a diferença...Estava torcendo p/ seu candidato,apesar de nao saber mto sobre sua cidade e/ou candidatos,sei de seu discernimento de saber separar o q é bom e o q é ruim...e me solidarizo com seu pesar dpois dessas eleições,afinal sao 4 anos com um candidato,ao qual nao se tem "confiança" pelo q vi em seu post...pena mesmo o brasileiro,nao ter um maior compromisso com o seu voto,saber mais sobre qual candidato votar,mas tb,há um fator "implicito" mto importante,falta de educação,nao saber desde cedo educar os "futuros" eleitores a terem o hábito de interessar-se por política,devia-se ter uma disciplina curricular nas escolas,sobre sociologia e afins,p q as crianças desde pequenas começarem a construir o senso crítico...enfim,é tao complexo tudo isso,mas vamos ainda ter esperança...cmo bem vc falou,agora só "resta" aguardar...torcer p q o melhor seja feito...

um xero de sua fã potiguar =*

Hannaly O. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marco Aurélio Ribeiro disse...

Pois é amigo, cada uma destas urnas enterrou pedaços de nossos sonhos! O verde desbotou. Mas se foram apenas pedaços, os sonhos nunca morrem!

Abs,

Marco

Thabata Levy disse...

Muita decepção com as eleições do Rio.
Paes por 4 anos, ninguém merece!
Mesmo!

Antonio, fale mais de você.
Conte as novidades!

Bjs
Tha

Jaqueline Borges disse...

O mundo precisa de gente com o olhar
No futuro. Pena que naum deu Gabeira no Rio.
Agora vamos torcer por Obama.

Antonio, seu blog esta excelente!
Beijios de sua nova fan.
Jaque

Hannaly O. disse...

O que foi essa eleição daqui do Rio de Janeiro?
Deus do céu, que vergonha!

Rosinha Garotinho, Clarissa Garotinho... Cara, a família Garotinho é a verdadeira desgraça da política. Guilhotina já!

O Rio de Janeiro enlouqueceu ao eleger esses filhos de uma.. er.. terríveis políticos! Que tudo que fizeram foi dar esmola ao povo.

Cortem-lhes a cabeeeeça!

Eu nao sabia das pessoas que chegavam lá e recebiam a notícia de que já haviam votado.
O que será q aconteceu? O.O
Um surto de falta de memória?
Ataque de demência? O governo, bonzinho que é, votou pelas pessoas para poupá-las deste trabalho? Medo de saber o que realmente aconteceu.

Agora, Gabeira perder foi uma verdadeira facada! A campanha do Eduardo Paes foi a mais imbecil possível sempre atacando da forma mais baixa, resumindo o Gabeira a nomes que nem devo escrever aqui! E o que me revolta é que muita gente deixou de votar no Gabeira (dono da voz mais sexy do universo) por puro preconceito. Pior era ouvir: "Mas ele vai legalizar a maconha!"

Pessoas que nem sabiam sobre o que estavam falando. Ele é a favor da legalização mastem consciência né? sabe que é impossível fazer isso agora. Daí as pessoas desinformadas falavam um monte de coisas absurdas, mas se esqueciam que ele não é um ditador e não governa sozinho. Ele ia ser só o prefeito. rs

Sem contar que o Paespalho era apoiado pelo Sérgio Cabral, que por um acaso, também é a favor da legalização.

Morro de rir, pra não chorar com a burrice carioca

Exijo voto facultativo!

Nunca fiz um comentario tão grande O.O mas é eque fiquei realmente chateada com essa coisa de eleição.

beijos, Antonio,
adoro vc <3

Isabelle disse...

Bem, aqui na minha cidade as eleições foram decididas no primeiro turno. Existiam duas opções: uma muito ruim, outra pior ainda.

Acredite ou não, 03 inimigos políticos se uniram (PT,PSB e PMDB)para tentar eleger um deles. Essa esdrúxula união foi apelidada de "Acordão". Acordão porque candidatos que já trocaram largas ofensas 02 anos antes, para eleições estaduais, estavam todos juntos, fazendo fotinha e recebendo o apoio do presidente Lula.

Pois é, apesar do apoio federal, a verba liberada para a campanha, o apelo popular da política assistencialista e todos os figurões estarem nesta "chapa", a decorreta ocorreu no 1º turno.

Quem lucrou com isso? não foi a população, foi a outra candidata que era totalmente despreparada e, sem nenhuma história política vai receber a prefeitura de mão beijadas.

Ao meu ver, menos mal. Pelo Menos Natal/RN votou contra o boicote à democaria!

Será que eu estou usando o método de Poliana (livro que li em minha infância) e jogando o jogo do contente? Não sei, às vezes, precisamos ver o lado bom das coisas.

Deixo o deleite pra música, artem literatura e cinema... porque política, últimamente, só me decepciona.

Patricia Andreza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patricia Andreza disse...

Oi Tonho, fiquei fora do ar, pois BE esolveu nascer um pouquinho antes da eleição dia 24, passa no orkut pra ver as fotinhos...
Li me falou que te encontrou no aeroporto, como foi o show em sampa? Tudo de bom acredito!
Esse sentimento de decepção foi comum para muitos cariocas que realmente acreditavam na mudança. Enfim (essa palavra sempre me lembra vc rsrsrsrs) o que nos resta é a esperança de dias melhores.
beijocas

beatriz disse...

olá!!! vou no seu show do mistura fina na 4ª feira!!! adoro o cantor LOKUA KANZA e como vc o conhece quero saber se vc sabe onde ele está, sei que ele está no Rio de Janeiro e queria ouvir um show dele, nem que seja uma participação, favor entre em contato por email, por favor!!! Obrigadaaa biazinha_sp@hotmail.com