quinta-feira, 17 de setembro de 2009

BIKE NATURA + CDS DE DANIEL SANTIAGO, CÉU, AC + SHOWS COM LOKUA, MAX E LOBO




O post anterior deu o que falar. É muito bom quando podemos sair do âmbito da música, falar de outras coisas que nos tiram um pouco do eixo a que estamos acostumados e nos possibilitam repensar  certos conceitos e idéias que temos arraigadas.

Várias pessoas trouxeram contribuições, isso foi ótimo. Foi um dos posts mais comentados e tudo na maior elegância, colocando a Câmera num patamar mais  elevado.

Pra quem perguntou sobre a Sociedade Brasileira de Eubiose, existe uma sede no Rio localizada na Rua Gomes Freire, 537, na Lapa. Todas as sextas às 20h há palestras abertas ao público. Quem quiser obter mais informações é possível pelos fones  2224-1615 / 2224-4209 / 2252-9944.

Esse post será mais trivial, tratando de coisas mais cotidianas,  para tomarmos fôlego até uma próxima incursão por temas mais reflexivos.

Tenho andado muito de bicicleta. Aliás, nos dias sem chuva, resolvo boa parte de meus compromissos em que não preciso levar instrumento assim, pedalando. É mais econômico, menos poluente e não necessito ficar procurando vaga. Além de tudo já é uma forma de malhação.  Hoje saí as 11:00 e retornei às 19:00 depois de realizar diversas coisas importantes.  



Tenho percebido, em algumas ruas do Leblon e Ipanema, onde há  muitas árvores com copa densa, um cheiro ruim no ar.  Ontem caminhando pela Rainha Guilhermina passei por funcionários do Supermercado Zona Sul que comentavam a mesma coisa. O cheiro que se sente é o mesmo que quando passamos por um aviário, aquele cheiro de penas fedidas, resultado do sistema glandular de aves de grande porte, a conhecida murrinha que às vezes sentimos num frango mesmo depois de cozido. Minha dedução é que são as pombas, que existem em excesso na nossa cidade que propagam esse péssimo odor.  O que fazer com essa excessiva população de pombas? Elas não tem um inimigo natural na cidade grande e por isso se proliferam dessa maneira, recebendo até mesmo a alcunha de “rato de praia” aqui no Rio. Outro animal que está se proliferando rapidamente é o macaco prego, que também não tem inimigo natural e, que, por sua vez, está atacando os micos e exterminando-os em algumas regiões da cidade como oCosme Velho. Da minha janela vejo a mata da Floresta da Tijuca, um belo e importantíssimo patrimônio natural que cerca a cidade protegida por São Sebastião.  Muito da energia da cidade vem dessa floresta, outro tanto vem do mar. Por isso, cariocas naturais ou adotados, fiquemos atentos à natureza de nossa cidade!

O lugar onde mais gosto de ouvir música é no carro. Domingo fui a BH dirigindo e tive a possibilidade de ouvir bastante música, Debussy , Bob McFerrin com Chick Corea, ,Daniel Santiago (grande guitarrista e compositor carioca) e os discos novos de Céu e Ana Carolina.



Adorei o disco da Céu. Leve, divertido, muito criativo, produção original, sonoridade nova, sem ser modernosa, com timbres pouco usuais, arranjos de sopro muito bem feitos, letras com muita personalidade, com assuntos diversos e tratados de forma arejada. Céu não repete padrões e mesmo quando fala do amor é de forma desenrolada, saudável. Não há nenhum traço de neurose no seu trabalho. O disco começa com um samba curtinho levado só com voz e cavaquinho, apontando para um caminho, que logo, sem muita respiração,  já muda de direção na segunda música,  Cangote um reggae com timbres muito especiais de órgão e melotron. E assim segue o disco cheio de surpresas e pequenas traições  de expectativas. Por ter esse caráter, muito criativo e em parte experimental, talvez não toque muito nas rádios nem venda muitos milhares de discos num primeiro momento. Mas com certeza vai agradar muita gente pelo mundo afora, atraindo um público sedento de coisas novas e bem humoradas. E com o tempo irá se firmar trazendo também bons resultados de venda como aconteceu com o seu primeiro trabalho que entrou na rede Starbucks dos EUA alcançando grande repercussão. Já ouvi umas  dez vezes e sigo ouvindo. Céu é ensolarada, simpática, bonita, inteligente e imprime uma energia boa com sua música.  Por essas e por outras torço pela sua carreira.

 


O disco do Daniel Santiago está há dois meses direto no carro. Já tenho quase decorados até mesmo os temas mais complicados.  Imagino que não haja muita gente entre meus leitores que ouça música instrumental, pois sei que muita gente veio parar nessas páginas a partir de sua identificação com minhas letras. Por isso a impressão que eu tenho é que quem me visitar aqui nesse espaço são pessoas mais ligadas ao universo das canções. Veja bem, não estou generalizando e nisso não há mérito nem deméito, Já explico de saída pra evitar aborrecimentos com algum leitor precipitado.

O fato é que embora eu seja um compositor de canções, o que mais ouço é música instrumental, pois me sinto mais livre, descondicionado do universo das palavras, deixando-me levar apenas pela sintaxe das notas musicais.

Isso porque trabalho muito com a palavra e preciso respirar dentro de um outro universo, coisa que encontrei nos clássicos já na minha infância e que hoje alterno com jazz, chorinho e outras formas musicais.

Voltando ao Daniel, ele integra o grupo de Hamilton de Hollanda, um dos maiores músicos brasileiros da atualidade, bandolinista, compositor e arranjador que corre o mundo levando o melhor da música brasileira.  O disco do Daniel puxa pra outro lado, tem um toque de jazz internacional, sofisticadíssimo e muito bem tocado. As músicas são muito ricas em todos os aspectos, ritmo, melodia,  harmonia e timbres. Além da beleza das composições, que soam muito naturais apesar de sua complexidade, principlamente rítmica, ainda há solos incríveis. Daniel que toca muita guitarra e tem um dos  mais bonitos sons de violão que conheço, vem acompanhado por um excelente grupo de músicos: Vitor Gonçalves no piano, Josué(best!) no Sax, Guto Wirti no baixo e, revesando na bateria, Edu Ribeiro e Márcio Bahia. Discaço que recomendo a quem gostar do gênero ou a quem quiser descobri-lo. Pra mim um dos melhores discos de música instrumental já feitos no Brasil.  Destaque para Cidade Antigaem 5/4, com excelente levada de bateria de Edu Ribeiro.



Depois escutei o disco da Ana, que ainda não tinha tido tempo de ouvir com calma. Sempre gosto de tomar uma distância dos projetos que tenho envolvimento pra poder apreciá-los de fora, sem muito comprometimento. Pois na viagem pude escutá-lo bastante e prestar mais atenção nas letras e arranjos. Achei o disco rico e denso, cheio de sutiliezas a serem percebidas com o tempo.  Se isso ainda é possível, Ana tá cantando ainda melhor!

Gosto do jeito como o disco principia, com arranjo tanguístico à Bajafondo, o que confirma essa influência porteña sobre o seu trabalho. Do ponto de vista das letras, gosto mais a partir da 3ª faixa,  porque começa a fugir do universo dos amores mal resolvidos, dos telefonemas não atendidos das duas primeiras músicas que são temas já recorrentes na obra da Ana. (Cobradores de plantão: friso que gosto mais das letras a partir da 3ª faixa mas não que desgoste das primeiras!) 

A propóstio também gostaria de frisar que  com exceção de alguns versos de Entreolhares,não fiz letras para esse disco. Colaborei mesmo foi com as melodias de Tá Rindo  é? (refrão) e Entrolhares (toda música). Aliás esse foi o disco de Ana que menos colaborei, por questões de agenda, pois na época da definição do repertório estive em tourné na Europa e envolvido com a trilha de um filme. O que foi bom, porque assim Ana também incorporou o talento de Chiara que trouxe mais diversidade ao seu trabalho.

Achei incrível a produção de Caldato e Kassim para os sambas. Escolheram muito bem em colocar o João Paraíba na bateria e percussão. Pra quem não sabe, esse cidadão integra oTrio Mocotó, com o qual Jorge Benjor (então Jorge Ben) começou sua carreira nos anos 60. Muito legal toda a sonoridade de teclados do Donatinho e o arranjo de sopros do Philippe Pineau em Ta Rindo é?   

Entreolhares com John Legend tem uma aura de Bilboard (parada de rádios americana). Uma música que pode conquistar pessoas de todos continentes e que pode alçar Ana para uma carreira internacional. Isso também graças à muito boa produção de Alê Siqueira, com os metais de Lincoln Olivetti e a sensacional participação de Legend, que muita gente pensou ser Stevie Wonder. Ana disse que foi a um show dele em Atlanta, muito bombado! A voz dos dois combina bem e sempre que ouço no rádio se integra bem na paisagem.

Era, pra mim é a síntese, não do disco, mas da própria Ana Carolina, como artista e como pessoa. É  a música mais forte do álbum na minha opinião. Revela um traço da Ana que já tinha aparecido em seu segundo disco com O Rio e que foi salientado também no Estampado com2 Bicudos (essa de minha autoria, mas feita especialmente pra ela). Com Era Ana reafirma e vai mais além nessa sua identificação com o mundo hispânico, mais propriamente com a região da Andaluzia, onde os guizos da vida soam (soaram) nas caravanas dos ciganos e árabes que lá chegaram e instalaram suas paixões e sua cultura. A letra é uma das melhores de todas que conheço pela mão da Carol. É um testemunho de sua vida contada de forma muito inteligente, sucinta e ao mesmo tempo rica em poesia. Na primeira parte ela se coloca como alguém que não é dona do seu destino como se não tivesse livre arbítrio ou não soubesse usá-lo. Como se ainda estivesse na inocência, não do paraíso, mas da sua infância psicológica, não individuada, onde tudo o que lhe acontece vem pela mão de um destino que ela não controla ou de terceiros a quem ela culpa. Em determinado momento, quando fala de seus sonhos, faz lembrar o universo de imagens surrealistas de Salvador Dali e Luis Buñuel. A curra sem perdão contra a qual ela nada pode e as velhas mortas que se arrastam pelo chão como metáfora de tudo o que é impotência e decrepitude, remete a certas imagens do filme Um Cão Andaluz, dos já respectivamente citados  pintor e cineasta, ambos daquela mesma região da Espanha cujos óleos parecem lubrificar o maquinário da canção carolínica. Esse filme foi, se não me engano, o primeiro da estética surrealista e a mais importante colaboração entre os dois artistas. 

Na segunda parte da canção, sua autora toma as rédeas de sua vida. Pra mim o marco dessa mudança na vida real foi o acidente que Ana sofreu em 2001 com seu carro na Barra da Tijuca. A partir desse momento ela faz girar a roda, (no baralho do tarô a Roda da Fortuna), afirmando-se como filha do amor, não de Deus nem do diabo. Quer dizer saindo do confronto dos contrários, escapando do dualismo para colocar-se num tempo eterno sem começo, meio ou fim. Embora a Ana não conheça Gnose, foi com pensamentos gnósticos que construiu essa canção, não só racionalmente, mas, principalmente através de uma intuição e um contato direto com os conteúdos do seu inconsciente, simbolizados na canção pelas altas ondas que a puxam em alto mar, clara metáfora Junguiana para os aspectos profundos do ser e ao mesmo tempo uma alusão à deidade feminina em uma de suas multiplas formas.

Ontem estivemos juntos, fui na sua casa pra resolver duas letras que ela estava fazendo com Chiara e lhe falei sobre Era em cujos versos havia coisas muito significativas que talvez nem ela mesmo ainda tivesse atentado. Isso acontece com todo mundo.  Igmar Bergman dizia que, ao escrever um roteiro, primeiro lançava as suas flechas (as idéias vindas espontaneamente e sem filtro) e depois mandava um exército (sua mente racional) para recuperá-las, ou seja reiterpretá-las à luz do seu engenho. Muitas vezes isso acontece quando fazemos música.

Portanto, acho que acho que Era é a radiografia mais fiel da minha amiga AC. E aos poucos ela mesma fará interpretações ainda mais profundas e precisas do que testemunhou ali.

Gosto muito de 8 Histórias e destaco a frase  “todas as moças são partes que encontrei em mim”, como se essas moças fossem ou ela mesma, ou projeções que ela fazia espelhando-se nas outras pessoas.  Na letra em italiano Chiara fala de homens no lugar de mulheres. Elas me disseram que a parceria foi muito fortalecida pela possibilidade de compor nas duas línguas, que uma inspirava a outra e empurrava a criação.

O mesmo aconteceu com Resta, que exibe bem a maestria de cada uma na arte de fazer letras e melodias (Chiara a primeira parte e Ana o refrão). Torpedo reforça a presenca de Mombaçae inaugura a parceria com Gilberto Gil o que confere ao disco um caráter mais aberto, mais integrado à tradição da música brasileira.

Por fim, Traição mais uma música com Chiara, onde me chamou muito atenção o peso poético da frase: “o céu caiu, sem estrelas, sem deus”.

Além da bela canção de tons jazzísticos bem pincelados pelo piano de Daniel Jobim (neto deTom) ainda temos a maravilhosa Esperanza Spalding brilhando nos agudos em contraste com os belos graves da voz de Ana.

No dia 9 estive no pocket show de aniversário e já pude comprovar o poderio do que vem por aí. Banda muito boa e bem integrada com a cantora. Vai dar muito pé!





Enfim …vamos tratar do que está por vir.

LOKUA KANZA, Sábado, 19 no SESC Copacabana

 Nesse sábado, às 21h, participo do show de Lokua Kanza no Sesc Copacabana.  Lokua é uma das vozes mais lindas do mundo. E tem colaborado com muitos artistas brasileiros. Atualmente tem uma canção de sua autoria com versão em português feita por Carlos Rennóinterpretada por Gal Costa na novela das 8. Lokua também tem parcerias com Chico Cesar eVanessa da Mata.  E também participou do disco Quarto de Ana Carolina fazendo lindos vocais na música Nada Te Faltará

Antes mesmo da lançamento de seu primeiro álbum, a notoriedade de Lokua Kanza ia além do círculo já bem extenso das esferas musicais africanas. Sua música acústica, cheia de suavidade e de melancolia, abandonou os clichês da moda sobre rumbas e outros "soukouss" do Zaire.

Lokua Kanza é um musico de várias facetas, cantor, compositor ou arranjador. Quanto a sua inegável sensibilidade artística, ela seduziu artistas dos mais diversos horizontes culturais, deYoussou N'Dour a Patrick Bruel. Com Ismaël Lô, Baaba Maal ou Geoffrey Oryema, Lokua Kanza representa, de forma brilhante a renovação da música africana.

Nesse show Lokua vem acompanhado pela sua filha Malaika Lokua (voz) e Komba Mafwala (percussnoes, bateria e voz). Vamos cantar juntos um de seus maiores sucessos, Plus Vivant, gravado recentemente por Luiza Possi com versão de Chico Cesar. Devo ainda fazer uma música solo, a escolher.

Discografia

1992 : Lokua Kanza, Ye Wo music

1994 : Wapi Yo, ye Wo music, BMG

1998 : Lokua Kanza 3 , Ye Wo music, Universal Jazz

2002 : Toyebi Te , Ye Wo music, Universal Jazz

2005 : Plus vivant, Ye Wo music, Universal Jazz

2009 (lançamento previsto) : Nkolo 


Sábado 19 de Setembro às 21:00h

Sesc Copacabana      Rua Domingos Ferreira, 160.  Fone: 25.47.01.56                               

Ingressos R$ 16   R$ 8 (meia) R$ 4 (comerciários e alunos da Aliança Francesa).  





ALÉM DO PARAÍSO SOLO  em  SÃOPAULO

Participação Especial MAX DE CASTRO
Dia 25 de Setembro, sexta feira, às 22:00h

Show solo no Café Paon, com participação especial de Max de Castro. Essa é uma versão de voz e violão do show Além do Paraíso, que apresentei no ano passado no Rio, São Paulo ePorto Alegre

Gosto bastante de fazer esses shows de voz e violão, porque dá pra mostrar as canções como elas foram feitas além de ficar num contato mais direto com o público, rola um bate bola bem interessante, o que às vezes suscita alguns acréscimos no repertório.  

Com esse formato solo me apresentei esse ano em algumas cidades da Europa. De lá pra cá vim compondo novas canções, algumas delas concluídas nas últimas semanas, que farão parte do show e do disco. 

Entre as músicas previstas, alguns hits como Sinal dos Tempos, Pra Rua Me levarUna Loca Tempestad Garganta. Das novas, Heroína e Vilã e Recomeço.

Além de tudo vou chegar 2 dias antes em Sampa pra trabalhar com o Max. A idéia é fazermos pelo menos uma música em parceria, que também poderá integrar o repertório. Pra quem não conhece, o Max é um artista muito talentosos, excelente músico e produtor, e, entre outras coisas, filho do Simonal e irmão do Simoninha.

Café Paon / Avenida Pavão, 950. Moema, São Paulo.   Fones :55.31.56.33 / 55.33.51.00

Ingressos:  Setor Verde: R$ 30,00                                                                                                Setor Azul e Camarote B: R$ 50,00     Camarote A e Mezanino: R$ 70,00

Opa!  A Maria Gadu está fazendo show nesse mesmo local nessa sexta (18) e sábado (19).




MARCO LOBO   CONVIDA  PROJETO BRATUQUES 

Dia 20 de outubro às 20:30 h 
Sala Baden Powell

Como já falei num post anterior, vou participar a convite do percussionista Marco Lobo desse projeto organizado pela Delira Música. Houve uma pequena alteração do programa. Quem se apresenta comigo como convidado não será mais Leo Gandelman, mas sim o baixista Artur Maia.

Sala Municipal Baden Powell – Av. N.Sra. Copacabana, 360                                          Informações: 2262-2581 / 2215-5172 (de 2ª a 6ª, de 10 às 18

O projeto estréia nessa terca com Luiz Brasil e João Bosco

O restante da programação está 2 posts abaixo e também no link 

http://www.youtube.com/watch?v=asB1BJAs30I

 Bom, com isso temos material para batermos um bom papo nos próximos dias. Quem quiser pode continuar comentando os assuntos do post anterior. Antes de voar pra Sampa deixo outro post daqueles aqui.

Abração e bom final de semana.


78 comentários:

Juliana!!! disse...

Totonho,
Amanha prometo q comento todo o post... Tenho q dormir cedo já que amanha passo por pericia - licença de 2 dias por conta de uma gripe! Graças a Deus o quadro nao evoluiu e acho estar livre da A! ...
Maria Gadu no SABADO e Antonio Villeroy na 6af - dia 25! CAFE PAON, vou virar cliente VIP!!! Eba, eba e eba!
Bjao e saudades q breve se acabara! :)

Karine Reis disse...

Totonho, perfeita analise do disco de AC! Principalmente as comparações com os grandes e geniais cineastas! Leitura genial da sua parte... Nada melhor do que você pra escrever sobre ela e suas musicas... Afinal, alem de vc fazer parte da carreira, da discografia... vc tambem faz parte da Ana !
Parabens...
Bjs, Kaka

Juliana!!! disse...

Ah, uma curiosidade rapida... A banda permanece a mesma??? Pelo q lembro vc comentou q a Juju Gomes nao esta mais....
Bjos

Belle disse...

Cheguei na hora do novo post!!!

Pra começar, acho importante chamar atenção para a questão da natureza! Infelizmente não tenho a sorte de morar em um bairro que me proporcione uma linda vista como você!

Pra falar a verdade, na minha rua passa um rio (rio Joana)e o máximo que vejo, e já acho espetacular, são algumas garças lindas! Às vezes fico pensando... é engraçado vê-las no meio de tantos ônibus, carros indo e vindo, poluição, barulho....o habitat não é nem um pouco favorável! Pelo menos com os pombos eu não sofro por aqui!

Acho que na semana passada, vi no jornal, a notícia de um tornado que atingiu uma cidade do Sul e destruiu tudo que encontrou, carregou pessoas, casas e tudo mais. Ao ver essa reportagem fiquei pensando...até que ponto temos culpa nisso tudo?? Acho que todas essas mudanças climáticas, todos esses acontecimentos, muitos não esperados no nosso país, ocorrem pelo descaso que temos com a natureza!! A maioria das pessoas não entende como derrubar uma árvore, não ter cuidado com o lixo, não valorizar a nossa floresta, pode alterar o clima e as nossas vidas! É triste enxergar isso e ver que poucas são as pessoas preocupadas.

Lendo seu post, descobri mais uma coincidência entre nós, também amooo ouvir música no carro! Não tem lugar melhor né? (exceção: Sarau na casa do Totonho). Como já disse em comentário anterior, tenho o backup de todos os meus cds favoritos no meu carro, entre eles o seu, da Ana e Gadú...bom demais! E o melhor sou eu cantando igual uma louca, imagina o que os meus "vizinhos" de trânsito devem pensar!!?!?!

Você falou sobre a Céu, não a conheço, mas pelo que li já fiquei doida para pesquisar por aí e e ouvir algumas músicas! Amo as suas dicas...é satisfação na certa!!

Quanto a música instrumental, você tem razão, não ouço muito, conheço pouco também, o único que ouvia há um tempo por causa do meu pai era Kenny G (instrumentista muito bom), mas isso faz tempo!! Entretanto não desgosto, pelo contrário, hoje o pouco que escuto me dá muito prazer!

Falando um pouquinho sobre o disco da Ana, vou te falar que achei uma vantagem em só ter 9 músicas...conseguimos ouvir repedidamente e nem percebemos...no meu mp3 é assim, boto pra rodar e quando vou perceber já tá tocando pela quarta vez e eu nem me toquei!! Sou uma pessoa que me atento bastante a letra da música e fico sempre tentando pegar a mensagem e significado de cada parte! Não conheço a Ana como você, mas também senti uma intensidade em "Era", senti uma verdade...pra mim é uma das melhores músicas do disco. Entretanto sou suspeita pra falar porque gosto de tudo que AC faz...sempre tem uma qualidade absurda, e sempre me conquista. Sou admiradora de carteirinha do trabalho dela!

Antônioooo, cadê o show no Rio!?? Vou tentar me contentar com participações, mas quero um show inteirinho seuuuu!!! No do Lokua já não vou poder ir!! Tô esperando hein!!!! rsrsrs

Caramba, acho que escrevi muito....vou deixar um pouco pra depois!

Graaannndeee beijo!!!
Isabelle

PS: Ô menina de sorte essa JULIANA, já vai pra um show do Antônio....(Invejinha básica) rsrsrsrs

Anônimo disse...

Muito bom seu blog. Eh a primeira vez que comento. Obrigado por falar de musica, fica mais facil de participar.

Vou procura saber dos artistas que naum conheço, Céu, Daniel Santoago, Lokua Kanza.

O que mais gostei foi sua interpretação pro disco da Ana Carolina. Prova que vocês não saum parceros por acaso. Parabens!
Ivaldo MG

receca disse...

Antonio, vc já pensou escrever um livro?

Priscilia disse...

Caramba! Villeroy, eu passei um bom tempo repetindo e ouvindo a música ERA, para compreender o quanto profundo há na música. Colocações perfeitas as suas. AC sempre me surpreende, e vc não fica atrás! Acho que o N9ve surpreende num misto de densidade e leveza. Há esses dois extremos no CD. Adorei seus comentários em seu blogg.Beijao!

Angela disse...

Oi Totonho e blogueiros
Vou falar pouquinho hoje porque ontem ainda fiz um comentário longo sobre o outro post, que rendeu uma discussão muito interessante.

Parece que é consenso entre todos o fato de ouvir música no carro...eu também adoro, e teu disco é um dos que anda no meu. É engraçado, pois tenho que dividir muito o "espaço musical" com meu filho de dez anos, cada um ouve um pouco da música que gosta, e outro dia estávamos escutando rádio e ele me disse: "Mãe, aco que esta música é do Villeroy!". Bonitinho, né? Tens até fãs mirins...

Vou deixar de novo a sugestã, para ouvir no carro, das músicas do americano Krishna Das, que canta mantras (dá uma olhada no site dele). Já tive a oportunidade de assistir a um show dele em Floripa, e o cara nos transporta para outros mundos, além de ter uma voz fantástica!

Beijos a todos e bom fim de semana (aqui com chuva...)

Danielle disse...

Bom dia Totonho!!Bom dia Meninas(os)!
Só dando uma passadinha rápida pq preciso ir para o trabalho agora...
Por enquanto só vou comentar sobre a análise(que achei perfeita)que vc fez das músicas da AC...em especial Era.
Já escutei essa música umas "trocentas" vezes...confesso que é a minha preferida do disco apesar de não tê-la entendido muito bem(até agora)...Ficava me perguntando os porquês..em que a AC estava pensando no momento que tava escrevendo a música...enfim...
Agora tudo está mais claro pra mim...obg...=]
Vou ficando por aqui por enquanto...depois venho dar minha humilde colaboração a respeito dos demais temas...Eu nem passaria por aqui agora mas não resisti quando vi seu coment's no Twitter sobre as atualizações no blog...rs...por falar nisso já deixei vários 'reply' pra tu,mas acho que tu não viu =/
Beijos..
até a próxima!

Giselle disse...

Nossa, adoro a CEU!!!
Eu, particularmente, não tenho o habito de ouvir musica instrumental.Mas com vc acho que acontece como com a DANI CARLOS, que certa vez disse que por trabalhar com musica, adorava o silencio.Deve ser +- por aí, neh?!
Tambem adoro ouvir som em carro (dos outros,pq eu ñ tenho um).E quanto mais alto melhor!!
Aproveitando que vc falou da MARIA GADU, tô encantada com ela.E comprei o cd tão de supetão.Tava na saraiva e o vi na prateleira.Daì, do nada resolvi levar p ver se era bom. Nem a conhecia pq foi assim que saiu e quase ninguem aqui em Bsb sabia dela.E para minha surpresa: q puta investimento, viu?!!!
Eu ia comentar de tantas coisas...é sempre assim: vou lendo os paragrafos e montando meus comentarios na mente.Quando termino de ler tudo e venho comentar ja se perdeu um monte de coisas que eu ia escrever.

"Eu sou filho do amor, não de Deus, nem do diabo".Essa frase me faz questionar muitas coisas, sabe?E talvez por isso ñ goste tanto de musica instrumental.
Gente, kd Veluma??Eita moça q trabalha!!Mas ñ some ñ ,viu?!

BjOos

LUCIAH HELENA disse...

Totonho: Muito bom este espaço que criaste. Adorei!
Estou te seguindo no twitter como zonazulpoit.
Breve falaremos, beijos.
Luciah Helena

paticabral disse...

cd da Ana é algo bem dificil de definir para mim, lembro quando uma pessoa me perguntou o que vc achou a primeira vez e fiquei sem saber o que falar e depois eu disse, na quinta vez eu já estava mais confortavel e concordamos que seria um cd pra se ouvir váriassss vezes!1 Ela é fantasticaaa e aho que todas as parcerias estabelicidas nesse cd foram primorosassss!! Quanto ao post anterior não comentei pq ficou um pouco sem saber o que falar, vou refletir mais um pouco, rss
bjsssss no coraãooo

Hannaly Oliveira disse...

Bom, vamos na ordem...

1- Graças a Deus aqui onde moro não sou 'presenteada' com a presença de pombos.. Mas vejo vários outros tipos de pássaros. Agradeço a Deus por isso, porque eu tenho PAVOR de pombo, pra mim não existe bicho mais nojento. Dá até vontade de chorar quando vejo aquelas cenas de filme, argh! Mas em uma de minhas "residencias" (esse lance de pais separados faz a gente ganhar um monte de casa) os 'miquinhos' andam pelo quintal.. Dá até pra alimentá-los, parecem domesticados. Obviamente eu não me arrisco.

2- Eu AMO Debussy. Acho praticamente impossível existir algo mais bonito do que Clair de Lune... também gosto muito de Syrinx, mesmo sendo meio esquisita. Ele toca na minha alma! (Beethoven também.)

3- Não conheço a Céu.. e admito que tenho um pré-conceito com relação a ela. Acho que essas cantoras nova geração são muito parecidas.. não sei explicar. Pra mim destacam-se Ana Cañas e Gadu.


Aliááás, isso é hora de avisar q tem show sábado? To amarrada em casa esse fim de semana, poxa!

Que venha o Bratuques e show solo in Rio!

Beijonesssssss ;*

denise disse...

tóti's ... teus comentários ... bem gostoooooooooooooooooooooso.

Sabes, Depois de me deportar ao iluminado criativo de AC, fico pensando na dificuldade de reservar apenas 9 opções(poder de síntese).
Tb Achei inteligente a idéia de criar a passagem por um ambiente já conhecido de todos e só depois escorregar por timbres, sonoridades e propostas completamente diferentes.

Adoro o individual!!
Adoro o coletivo !!
Não canso de ouvir ;)

ps.: estou convertendo a complexidade dos arranjos de naipe em uma flautinha esperta (pra quebrar a distância)... delícia :D

(um bj especial para a coluna de eventos culturais recomendados).bj

Bárbara disse...

Boa tarde...que maravilhoso este novo post...Já estava com saudades...

Totonho, li seu post e quase rolei de ri quando vi aquela fotinha do pombo lendo 'Como cagar em cima dos humanos em 12 lições'...rs...Mês passado eu estive numa situação nada agradável, estava ali na AV. Rio Branco (Centro da cidade do RJ) entrando no prédio onde situa-se meu curso, quando recebi este presente inesquecível de um pombo, na verdade, pela quantidade de "M" pareciam dois pombos. Eu levei aquela situação para um lado cômico, quase joguei na megasena...rs. Será que dá sorte?

Mas quando você diz que na cidade,
cheia de encantos mil, está havendo esta proliferação de pombos...Você está certíssimo...eu particularmente não gosto muito de pombos sobrevoando à minha frente, tenho um certo receio em respirar o mesmo ar que eles...

Deve ser uma delícia pedalar, eu gosto muito, mas não tenho feito isso com frequencia, aliás, quem dera eu morar num local mais privilegiado do Rio. Andar de bicicleta é refrescar a mente, repensar sobre detalhes que passaram despercebido, é admirar belas paisagens, escutar o vento soprar é viver mais livre...Muito legal saber que você preocupa-se com o meio ambiente, por falar em meio ambiente, que deveria ser chamado de ambiente total...rs...Você sabia que 15/09 foi o Dia Internacional de Proteção da Camada de Ozônio???

To, gostei muito dos comentários que você faz ao três CDs, dá até vontade de adquirir os outros dois que ainda não possuo. Bom, eu não ouço muito música instrumental, mas há um Cd aqui em casa muito interessante e gostoso de ouvir, "Enya(Shepherd Moons)- Watermark", conhece? Não tenho certeza se este CD faz parte de música instrumental, mas é muito bom. Eu e minha mãe adoramos. Vale a pena ouvi-lo.

Quando você fala, detalhadamente, do CD da Ana, torna-o ainda mais interessante. Quando ouço um CD pela primeira vez eu gosto de ouvir a canção e não costumo prestar tanta atenção na letra, mas com o decorrer do tempo a letra torna-se o principal ponto para que eu o ouça novamente. Este N9VE, belíssimo, é um CD bastante interessante, com canções lindíssimas. Era, canção na minha opinião mais forte deste disco, é algo além do que eu possa imaginar. Você foi bastante feliz em seu comentário.

To, estou muito afim de ir em seu show no dia 20/10, mas tudo está girando contra...Um pena! Vou fazer um esforço! Pois nas terças e quintas eu só chego em casa às 20:30 hrs. Não sei se conseguiria chegar a tempo no local do show.

Ah, adorei quando você citou "Por isso, cariocas naturais ou adotados, fiquemos atentos à natureza de nossa cidade!"
APOIO certo de uma adotada...rsrs...

Bjão To, bjão meninas e meninos deste cantinho maravilhoso, deste blog sem igual e deste momento tão magnífico.

Ufa...Escrevi demais??? Acho que sim, não é?

Ana disse...

Humm, por onde começar...

Bom, primeiro obrigada por responder sobre a Soc. Brasileira de Eubiose, realmente me interessei pelos assuntos trazidos aqui... valeu!

...

Eu costumava andar muito de bike por aí, mas confesso q ultimamente tenho me cansado bastante, e ainda tem o stress de dividir a bike com os carros...rs Incrível como uma cidade como o Rio não invista em alternativas, como ciclovias decentes...

...

Eu, particularmente odeio os pombos, que bicho nojento!! rs Mas aqui (RJ) ta d+. Não entendo como as pessoas alimentam esses bichos jogando das suas janelas comidas pra eles. As calçadas ficam imundas! Que nojo! A gente passa e levanta voo uma multidão deles! Que horror! rs Onde moro não vejo muito (graças), mas na Tijuca onde estudava, putz..

...

Bom, quanto as dicas musicais, adoro a Céu, ainda não ouvi seu novo disco, mas conheço algumas de seu trabalho anterior. Gosto da voz dela, tem uma suavidade que me toca. Claro q ão conseguiria fazer uma análise dessa como fez. Mas vou prestar atenção quando ouvir o disco.

Eu tb não tenho o costume de ouvir música instrumental. Confesso q as letras me atraem primeiramente. rs Elas de cara tomam vida(pra mim) quando retratam minha história, um momento, um sonho, um amor...Mas é claro q as melodias ( e tudo mais) me chamam muito a atenção, elas me envolvem... Mas é questão de costume mesmo, de referência ( q não temos muito). Anotei a dica de Daniel Santiago, é bom respirar outros ares...vou procurar no google, youtube... hehehe

Quanto sua análise do disco da Ana: perfeito! Eu queria MUITO mesmo saber de "Era", por exemplo. Eu adoro a música, ela vai crescendo dentro da gente...Quando a ouvi pela primeira vez fiquei tentando descobrir o q a Ana estava tentando dizer...achei os versos muito soltos e só ela poderia entender. Quando soube q era uma música confessional, um testemunho da própria vida, comecei a ouvir com outros ouvidos.rs Fiquei ainda mais intrigada...ouvia com aperto no peito, uma puta vontade de chorar, queria entender aquele momento dela, ficava imaginando o dia em que estava fazendo aquela letra, não deve ter sido nada fácil...ou não! rs Vai entender os compositores...:)Difícil captar a mensagem daquelas metáforas. Fiquei muito feliz por partilhar conosco algumas dessas curiosidades...deu pra entender muita coisa...ufa! Sou apaixonada pelo N9ve da Ana. Acho o disco um luxo só! Suave, delicado, intenso e denso ao mesmo tempo. Pode? AC pode!

Eita q falei demais!

Bjos
I love you!
Bjão pessoal.
Presença nos shows do RJ! ;)

Juliana!!! disse...

Boa Tarde!!!!!!!

Ufa! Agora LI realmente o Post!

Incrivel como vc passeia com naturalidade em diversos assuntos... É como ja disse em outra oportunidade, há pessoas com tanta complexidade e pluralidade q se tornam muito singulares... Antonio é isso! hehehe

Bom, vou começar pelo mais simples... Qdo li Arthur Maia na sua agenda de shows, ja fui correndo falar pro Fabio (ele é baixista, nas poucas horas vagas, e fanzasso do Arthur...) Qdo fomos ler com mais calma, vimos q é no RJ! heheh ENTAO FICA PRA UMA PROXIMA!!!

Qto ao seu show do CAFE PAON, hj liguei lá e me disseram q, possivelmente, so na proxima 4a feira é q disponibilizarao a venda... Muito proximo do show! Questionei isso lá e a pessoa disse q amanha me da uma resposta (ja q vou ao show da Gadu)!
Moema é um pouco longe de alguns lugares de SP, nao dá pra dar um pulinho lá e comprar, né?! Ainda mais falando de SP, q é o CAOS do transito hehehe

Qto ao assunto das pombas no RJ nao sei muito dizer.... Mas aqui em SP (capital) há um bom esforço da Zoonozes em tentar controlar a proliferacao de pombas pela cidade, principalmente tentando conscientizar a populacao de que nao deve-se alimenta-los como animais de estimação!
Lembro de minha avo (ja falecida) q adorava, ao acordar, oferecer migalhas de paes e milho para esses bichos... Tentava conversar com ela sobre, mas o costume era maior!
Pra quem já foi em SAO VICENTE (litoral sul de SP)... Tem uma pracinha lá, a Biquinha, inclusive famosas pelos doces.... Q há uma especie de casa pros pombos... Uma coisa horrorosa, doces com pombas, fora uma bica de agua bem proxima! Ecaaaaaa!
E ja que vc colocou a foto ilustrando a situacao.... Sim, Dnas Pombas ja aprontaram e muito comigo! Uma vez nessa praça em Sao Vicente, ao estreiar uma camisa do time do coracao - Sao Paulo, fui acertada com gosto bem no simbolo! hehehe Nunca esqueco disso!

Confesso q nao sou das mais fanaticas por musica instrumental, mas curto e escuto um jazz (alias, ADOREI esses momentos lá no Sarau), chorinho!
PREFIRO realmente musica com letra e, logico, uma bela interpretacao!
Acho q a triade: letra, melodia e voz sao perfeitas (desde q bem feitas)! Sei lá, PALAVRAS me agradam, principalmente se musicadas! É uma questao de preferencia mesmo!
PS> Eu sou encatanda pelo canto, alias preciso COM URGENCIA voltar ao Coral... Ano que vem, eu volto!!!

Juliana!!! disse...

Daniel Santiago, anotado aqui, ok!

Qto a CEU, sei lá, criei uma certa barreira ao escutar aquela musica Malemolência nas radios!
Sei q o trabalho de um artista é bem mais q o que toca na radio... Por tal motivo e pela suas considerações, vou procurar escuta-la com mais cuidado e menos barreiras, oks!

Escutar musica do carro.... Eu???? Imagina!!!!!! kkkk
Escuto e canto com tanto gosto q, as vezes, danço, bato palmas... KKKK Dá ate pra se divertir com os motoristas q passam ao meu lado!
Tenho copias dos CDs (tenho todos os originais, mas so deixo copias no carro por conta de assalto) de Ana (Estampado), AC e Seu Jorge, Seu Jorge (America Brasil), Chico (Coletanea), Villeroy, Gadu... Atualmente é isso!

Qto ao novo CD de AC, ainda nao me sinto confortavel para falar sobre isso!

Sei lá, tenho verdadeira paixao por ANA RITA e ESTAMPADO! Foi a mesma coisa com 2 quartos, um estranhamento enorme... Mas depois de ir ao show AMEI e ja curtia dancar Rosas em qquer lugar hehehe
É um lance de estar presa e se desprender daquela "imagem" de AC... Ainda é um pouco dificil pra mim!!! (Mimada? Nao, OK! So uma certa dificuldade em descontruir e construir de novo.... heheh)

Algumas consideracoes bem simples:
-Acho q a economia de agudos foi notavel e contribuiu pra nova cara do CD! (Nao tenho opiniao ainda sobre isso...)
-Minhas preferidas, por enqto, sao Ta rindo, é? / Entreolhares / Traição
- Uma que ainda nao consigo escutar e dizer "Gostei" (nao sei qual o real motivo): Dentro!

2 bicudos... AMO AMO e AMO! Semelhanca com ERA... tem uma levada, mas sei lá... Acho q 2 BICUDOS é tao 2 BICUDOS q nao consigo compara-las, Sorry!

Bom, fiz alguns comentarios levando em conta q esse blog é um espaço democratico, ok! hehehe

BELLE, sortudassa sou! Vou ver Totonho de novo, voz e violao, com participacao de MAX... Com mais HEROINA E VILA, né??? hehehe

Chega! Esses meus comentarios ja devem estar maior q o POST do dono do blog kkkk

BJOS e TE MAIS!

Luan disse...

Totonho, nunca tive experiências com pombo porque por aqui não costumo ver tal ave, mas já imagino a situação do pessoal que mora no Leblon e em Impanema. Gostei da foto do "Manual de pombo", eles devem ler 3 vezes ao dia esse livro! rsrs

Falando em música (minha praia), vou procurar ouvir Céu. Já ouvi comentários sobre o (grande) talento dela mas nunca parei pra escutar nenhum CD. Ficou a dica!

Ah! muito boa a análise sobre "N9ve"! Concordo com 101% do que você falou! Começei a gostar a partir de "Tá rindo, é?". Também prefiro as músicas menos "depressivas". Queria que AC seguisse mais a linha de "Tá rindo, é?", "Entreolhares" e "Torpedo". Assim como já fez com "É hora da virada", "Elevador", "Cabide", "Sinais de fogo", enfim.

"Tá rindo, é?" tem uma letra muito boa, leve e ao mesmo tempo tratando do cotidiano difícil das pessoas, talvez das pessoas menos favorecidas financeiramente, mas que conseguem ser felizes, quem sabe até mais que muito milionário...

"Entreolhares", como já falei em outro post, é uma música pra cima, alto astral, e que considero mto boa (letra, ritmo e vozes).

Também acho que "Era" é uma das maiores composições de AC. Retrata muito bem a vida dela, pelo menos o pouco (muito pouco) que a conheço. Show de bola!

Ah! E "Traição" me ganhou depois que soube o significado da música. Gosto muito a letra. Pra mim a melhor parceria de AC com Chiara.

Pra falar verdade, só não gostei mesmo de "Dentro". É isso!!!

Agora, que venha o próximo post!!!!!!!!!!




__________________________________
Pra variar, vou perguntar novamente: Os shows pelo Nordeste?? Estão certos?? rs

Aguardo o dia de ouvir numa das rádios daqui a propaganda: "Pela primeira vez em Aracaju, todo o talento de um dos maiores e mais requisitados compositores brasileiros. Antonio Villeroy. A-n-t-o-n-i-o V-i-l-l-e-r-o-y!!! Apresentando seu novo CD [nome do CD aqui]! Antonio Villeroy, AO VIVO!" ou então ver num Outdoor quando estiver indo estudar xD

haushaus Viageiii...

Viagei pq pensei até na proaganda, mas o show TEM QUE TER! rsrs

Vlw! Abraço!

Antonio Villeroy disse...

Olá pessoal dando aquele passadinha básica, dessa vez pra falar que acrescentei alguns detalhes no final do post na sessão de shows, dando mais detalhes dos eventos que participarei em setembro e outubro.

Atá breve. Lá por terça postarei novo texto.
Abs

Bárbara disse...

Poxa, pura coiscidência??? Quando relatei a 'carimbada' do pombo no mês passado em mim...Não imaginei que haveria tanta coiscidência em relação ao pombo, acho que era o mesmo pombo que carimbou a Juliana...rsrsrsrs...Eu também usava a camisa do meu time- São Paulo - Na hora até brinquei dizendo que o São Paulo será Hept esse ano...rs..

Enfim, é delicioso ler os coments da galera...coiscidência ou não?! Eu adorei saber da historia, apesar da situação não ser nada agradével...

A cidade do Rio deveria seguir Sampa, em relação aos pombos.

Bjão e até breve, pois estou amando participar disto aqui.

Fica com Deus galera.

Tainara Cláudia disse...

Oii, Totonho!!
Oii, blogueiros!!

Primeiramente queria dizer que ri muito e achei hilária e foto do pombo!!
Aqui onde eu moro quase não vejo pombos, mais greças a Deus todo dia eu acordo com o canto dos passarinhos, uma verdadeira sinfonia da natureza!! rsrs

Já ouvi algumas músicas da Céu, mais o novo cd ainda não ouvi e agora eu vou ouvi-lo. Adoro essa nova leva de cantoras brasileiras e sempre gosto de ouvir gente nova.
Adoro música instrumental, amo música clássica, tenho uns cds de música instrumental e de New Age. Aproveitando a sua dica vou procurar as músicas do Daniel Santiago. Acho que a música instrumental te leva pra lugares incrivéis e faz a gente viajar, a sentir a música verdadeiramente. Tô começando a ouvir Chorinho, porque eu tô precisando desenvolver o meu tocar na flauta transversal e nesse estilo ela é muito usada.

Falando do N9VE, eu achei muito refinado o cd. Os arranjos maravilhosos, as letras bem trabalhadas (confesso que adoro músicas que se preocupam com a rima). Gosto de todas, mais 10 minutos não me atraiu muito. Traição achei meio triste, mais é maravilhoso ouvir a voz da Esperanza contrastando com a voz da Ana. Eu achei Resta a melhor música do cd, linda demais a letra, o arranjo, a Chiara cantando.
Era acho que foi uma surpresa pra mim. Não tinha entendido muito a letra, entendi hoje lendo no seu post. Mais apesar de não tê-la compreendido muito bem, desde da primeira vez que eu ouvi achei a música a própria Ana. Achei também que a música tem a ver comigo, porque também tive esse período de achar que as coisas aconteciam sem a gente poder fazer nada e hoje tenho a certeza de que posso ser o que eu quiser, que eu faço o meu destino e o meu caminho.

Bem, depois eu volto pra comentar mais algumas coisas.

Beijo grande a todos!!
Forte abraço Totonho!!

Hannaly Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hannaly Oliveira disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH com a camisa do São Paulo vocês queriam o quê meninas? Até os pombos perderam o respeito :-P

Jan Reis disse...

Totonho,
Gostei muito da análise que você fez da música "Era", pois encontrei em suas palavras a explicação para o "peso" que sinto quando a ouço. "... as duas velhas mortas se arrastando pelo chão" também me remetem ao quadro "As Tês Idades da Vida", de Gustave Klimt.
Bjs.

Enterrem o meu coração disse...

Em primeiro lugar devo dizer em defesa da minha opinião que não entendo nada de música. Entendo apenas aquilo que me toca os ouvidos e o coração. Gosto de vozes femininas graves e de vozes masculinas suaves. Deveria ser o contrário? Bom, mas é assim que funciona, pra mim. Não conheço a música da Céu, portanto nada posso dizer a respeito. Eu a ouvi de passagem certa vez, mas a voz dela não me tocou. Por isso não voltei a ouvi-la. Talvez lhe dê uma outra chance de me cativar um dia desses... Também gosto de música instrumental, e nesse quesito vale o mesmo que para as vozes. Tem que me agradar aos ouvidos. Meu balizador é: se não me cansa a audição, vale à pena ser ouvido. Quanto à AC, concordo com você. O novo trabalho está muito mais denso e diria maduro. Ele realmente remata uma era. Eu diria que fecha os primeiros 10 anos da carreira dela e abre um novo horizonte pra novas experimentações. Estou viciada no N9ve. E disse isso a ela. Não consigo parar de escutar. Mas não tenho ouvido só ela não. Gosto de variar pra poder comparar. Entretanto, até o momento, o único a compartilhar um CD de MP3 que gravo pra ouvir no carro é você. E não é porque estou postando aqui que o digo. Há muito tempo que vocês compartilham as minhas viagens seja no player do carro ou no iPod...
Vamos falar de espiritualidade. Com relação à música Era. Sou Kardecista e me pareceu um mergulho em vidas passadas ali. Pode ser exagero. Porque também sou afiliada da AMORC e sei que o auto conhecimento nos leva a ver aquilo que vivemos em outras vidas. Em outras épocas. Mas pode ser sim, apenas um mergulho no inconsciente e a descoberta de que a nossa história, nós mesmos a contruímos... É um assunto muito complicado, porque cada um vê as coisas a seu modo e discutir sobre essa visão seria atirar para todos os lados sem achar um alvo em que acertar...
Gosto de ler o seu blog, mesmo que às vezes me pareça erudito demais pra uma pessoa simples como eu. Me abstenho de opinar nessas ocasiões. Mas eu gosto de música e gosto de pessoas. E é bom saber que mesmo os eruditos são pessoas como nós... Bom, acho que me estendi demais. Melhor me calar antes de falar mais bobagens. Semana que vem estarei em Sampa no dia do seu show. Penso em ir. Mas terei que achar companhia. Bjks e um excelente fim de semana, a todos e em especial a você que foi tão paciencioso conosco na semana passada...

Bárbara disse...

kkkkkkkkkkk.....
Poxa Hannaly...rs...fala assim não?!...kkk...Certamente estes pombos não são 'São Paulino'...rsrsrsrsrs....

[Momento descontração diante de um fato tão interessante e importante para esta cidade maravilhosa], até os pombos vêm nos visitar por aqui...aiaiai...

Bjão à todos!!!

Nina disse...

Oi Antonio

oi colegas blogeiros
adorei o post!
Acho o som da Céu bom demaisss.
Uma cantora aqui de BH, Marina Machado também falou dela recentemente. Comprei o disco novo e tenho ouvido direto. Tenho alternado com n9ve e com o seu, o que dá uma boa dinâmica, o da Ana mais denso, como vc falou, o da Céu bem levinho e o seu que tem de tudo um pouco.

Também gosto bastante de música instrumental. Você sabe, Antonio que aqui tem excelentes músicos e volta e meia estou nos bares vendo o pessoal tocar.
Ainda não tinha ouvido falar de Daniel Santiago mas vou procurar me informar. é da Biscoito Fino?

O seu comentário sobre o n9ve veio a calhar, porque eu estava deixando passar batido certas coisas das letras, principalmente de Era que já tinha desistido de entender (rs).

E a agenda tá começando a movimentar, né?
Aqui, quando é que você vem fazer show em BH? Faz muito tempo que você não vem e o seu público aqui é grande. As suas músicas tocam direto no rádio e nos barzinhos.

Não esqueça dos mineiros não!
Desculpe a indiscrição, você ainda tá casado?

Bárbara disse...

Velumaaaaaaa, amiga cadê vc????
Saudades...vc anda sumida...trabalhando e estudando muito? Some não...

Anônimo disse...

Muito bom o post. Legal saber que você é aberto a outras músicas. Eu já sabia mas é bom que você torne isso público. Quem não te conhce pode pensar que você só é voltado para um tipo de coisa.

Na comunidade da AC já pareceu um fanático dizendo que você parecia muito distante dela nesse disco novo.

Devia pensar que você é como ele, que não pensa em outra coisa na vida.

Tem gente que tem medo desse povo. Eu tenho é dó!

Juliana!!! disse...

Totonho,
Nova musica RECOMEÇO????
Se nao quiser contar aqui, fale mais sobre ela no show, hein!
Bjao e Boa Noite!

Ariadne disse...

Na comunidade da AC já pareceu um fanático dizendo que você parecia muito distante dela nesse disco novo.2

EU VI ISSO LÁ E DEI MEU PITACO!
PARECE QUE VOCÊ NÃO TEM OUTRAS OCUPAÇÕES!

O SEU COMENTÁRIO SOBRE O DISCO MOSTRA O QUÃO PRÓXIMO VOCÊ É E ESTÁ DA AC. VOCÊ DESTRINCHOU "ERA" COM MUITA SABEDORIA. SEMPRE APRENDO COM O QUE VOCÊ ESCREVE.

MAS VAMOS AO QUE INTERESSA: SHOW INTEIRO SEU SÓ EM SÃO PAULO, É ISSO?

GOSTARIA MUITO DE IR PRA CONHECER AS MUSICAS NOVAS AO VIVO.
DE REPENTE PEGO UMA PONTE (RODOVIÁRIA, RS) E VOU.

QUANTAS MÚSICAS VOCE VAI CANTAR NO DIA 20 DE OUTUBRO? VOU DE QUALQUER MANEIRA MAS SÓ PRA SABER.

Sílvia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sílvia disse...

Sâo duas horas da manhã de sábado,acabei de ler teus pensamentos descritos sobre bike,pombos,cds e shows...
Quando estou no Rio umas das coisas que adoro fazer é pedalar de bike pela orla escutando música e curtindo aquele visual que essa cidade Maravilhosa tem,é um misto de prazer aliado ao efetivo exercício diário para manter a boa forma!Em Porto Alegre,não tenho como fazer isto.É engraçado a cultura do lugar em que se vive,no Rio por ser uma cidade com praia,é natural que se faça as coisas de bike,parece que isto está integrado aos hábitos da cidade,em Porto Alegre vejo a bike como instrumento de diversão,lazer e forma de exercício...quando dá tempo de pedalar na ciclovia do gasômetro,ou pedalar na Redenção(que não seja no dia do brique) ou no Parcão,é mais como uma diversão de fim de semana.Mês passado eu estava aí no Rio,pedalei pela orla,fui a farmácia de bike,estacionei a Bike fui ao Zona Sul e depois voltei pra casa.Muito boa essa sensação!EXCELENTE!!!
Em relação aos pombos...esse bicho além de fazer muita sujeira emitindo odores desagradáveis,também transmite doenças...quando estou na praia ali por Ipanema ou Leblon eles estão pousando na areia para comer migalhas que ficam na areia bem próximo as pessoas que estão na areia curtindo a praia,é um nojo!!!O pior que não dá pra tentar exterminar pois a sociedade de proteção ao animais pode aparecer e complicar o lado da pessoa que tentar se livrar dessas verdadeiras pragas que estão tomando conta das cidades,não só do Rio,gerando sujeira,trasmitindo doenças,causando muitos problemas!
Em relação a músicas...quando eu era pequena,minha escola levava as turmas para assistir apresentações de música clássica da Orquestra Sinfônica da Ospa,mas te confesso que não consegui me apaixonar pela música clássica em si,mas isto abriu portas para que eu gostasse de algumas músicas instrumentais...uma vez assisti um seriado chamado twin peaks e a trilha sonora deste seriado tinha lindas músicas instrumentais.
Não posso falar de música como tu falas,pois tu tens um conhecimento brilhante sobre o assunto...vou tentar expor minha humilde opinião...me critique,se eu estiver errada!
Adoro a cantora Ana Carolina e as músicas que tu e ela compõe...já te disse,te acho um poeta MOR!
Bom,em relação a este cd N9VE...no início de cara não consegui gostar de todas as músicas,mas escutando no dia-a-dia,fui percebendo os detalhes e fui me apaixonado por canções que no princípio não haviam me encantado.Por exemplo a canção ERA,eu achava muito pesada,não conseguia me envolver com a letra,hoje adoooro,encaro a canção assim...no início traz algo como se fosse sofrimento,atravessar um deserto para no fim chegar em um lugar,uma situação muito boa,já com maturidade,com segurança com aquilo que realmente importa para aquela pessoa da canção ser feliz,no fim a pessoa determina as coisas de sua vida,assumindo uma postura firme sem medo dos altos e baixos,das forças que possam fazê-la oscilar em suas questões pessoais e de vida.
Adoro o casamento da voz da ANA CAROLINA com a ESPERANZA SPALDING,QUE COISA LINDA!!!
Neste CD acho que a Ana Carolina canta com suavidade em quase todas as canções!
Tem mais uma coisa,neste cd tem alguns,sons,instrumentos,efeitos que contribuem para enriquecer as canções.
Shows aí não poderei ter o privilégio de te prestigiar,adoraria!Quem sabe nas férias quando eu estiver aí...e se tiver eu vou!
Abraço,
Sílvia.

Pia Fraus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pia Fraus disse...

Olá Antônio! No post anterior eu entendi o que tinha dito; esqueci de escrever isso no outro comentário. Tanto que "ratifiquei" apenas e não retifiquei... achei que o adendo sobre a codificação da Torah fosse importante... Bom...também estava em BH e confesso que adorei a coincidência (coisa boba né?). Então... o que mais eu admiro em você é esse seu jeito de enveredar por um caminho sem bitolar-se no mesmo... anda de bicicleta sem querer dinamitar carros... é incrível como tão novo você consegue sintetizar e ter noções amplas de coisas tão complexas da vida! Adoro você, seu trabalho! mas, é maravilhoso perceber o humano que você é! Bjos e ótimo final de semana e... um maravilhoso ano (Rosh Hashanah).

Antonio Villeroy disse...

Passadinha antes da pedalada matinal

Então, hoje tem o show do Lokua no Sesc Copacabana. Vale muito a pena, ele canta demais, é um artista muito sensível.

Pia, muito obrigado por sua contribuição. Você é de origem judaica?

Tenho vários amigos que hoje estão comemorando o ano novo, alguns estão incomunicáveis.
Rosh Hashanah !!!!

Andei relendo sobre a Árvore da Vida, os Sephirots da Kabalah.

É impressionante a sabedoria contida ali. Uma amiga convidou-me a participar de um grupo de estudos.

Bárbara, o que foi feito com os pombos em São paulo?

Enterrem meu Coração, por que você usa esse nick é por causa do livro do Dee Brown, "Enterrem Meu Coração Na Curva De Um Rio" que conta o massacre dos índios americanos? Lembro que esse livro tinha na capa a foto de um cacique, se não me engano o Touro Sentado. O ar desse guerreiro inspira força, calma e sabedoria. Dizem que também são remanescentes atlantes.
Eu também cheguei a frequentar a AMORC, na verdade fui lá uma ou duas vezes, mas na Eubiose estudávamos também Roso de Luna. A Amorc adotou o conhecimento dos Templários e guarda consigo o segredo do Cálice Sagrado, não é mesmo? A Igreja Católica ocultou todo esse tempo a verdadeira importância de Maria Madalena na trajetória de Cristo, que com ela se casou no episódio conhecido como Bodas de Canaã. Dizem que ambos foram pra França num barco junto com ciganos e desembarcaram na cidade de Saint Marie de la Mer. E hoje isso está vindo à tona e até alguns filmes Hollywoodianos jea tratam do tema.

Sobre as vidas passadas, converso muito com a Ana sobre isso, embora ela não seja totalmente voltada pra esse assunto. Mas sinto que já convivemos na França na época dos Luises e também entre os povos ciganos. E na letra de Era são mencionadas vivências que me parecem mesmo vir de outras encarnações. Bom mas já estamos embarcando num assunto digno de um novo post.

Pessoal que frequenta comunidades, por favor, vos peço que não tragam pra cá fagulhas dessas discussões, porque não levam a nada. Daqui a pouco aparece alguém aqui pra se justificar e aí o assunto não pára.

Escondi num comentário de um post anterior a lista de quem participou do DVD da Ana com a respectiva música.

Bom sábado.
Vou pedalar.

Irapuan disse...

Cara, você é muito bem informado.
Deveria mesmo escrever um livro colaborar com um jornal sei lá, mas tinha que dividir o que você sabe com mais gente. Sou músico iniciante toco violao, cavaquinho e me arrisco no piano. Ouço e gosto de todo tipo de música dos eruditos ao funk carioca. Não tenho preconceito. Conheci seu trabalho num programa de TV a cabo que mostrou um show com orquestra, João Donato no piano e tals. Moro em laranjeiras e as vezes vou no chorinho da feira. To indo pra la daqui a pouco. Acho que já vi você por lá também. Você também mora em Laranjeiras?

Po, curto muito o som o Hamilton e já vi o Daniel santiago tocando com ele. Um violão muito precioso. Vou atrás desse disco, deu muita curiosidade! Já vi o Guto baixista também com o Yamandu. Quero ver essa musica em 5 por 4. Eu toco take five. tem a ver? Tudo o que somar pro meu conhecimento to pegando. é difícil esse começo da vontade de sair tocando mas aii o som sai sujo e tals, sei que preciso de calma e estudar pra vencer etapas. Como você começou, conta aí, foi dificil, quantos anos você tinha?
escrevi pacas ... obrigado pelo espaço, desculpa a ansiedade, tenho 19 anos.
abrazos

Belle disse...

Bom dia Totonho!

Heroína e Vilã?!?!?!?!
SENSACIONAL!!!
Amei, vai ser tudooooo esse DVD da Ana!!!

Bjão pra vc!!!

Anônimo disse...

como cagar nos humanos em 12 lições
muito engracado ashuaashuaashuaashuaashuaashua
como é que esses bichinhos que simbolizam a paz quando são branquinhos podem se transfrormar nessas ratazanas de praia. A culpa é nossa como sempre. No campo isso não acontece. não dê comida aos animais, a vítima pode ser você. ashuashuashuaashuaashuaashua

Tuila Bittencourt disse...

Bom dia Totonho e blogueiros!

Primeiro queria dizer que eu adorei saber que vai ter show seu aqui em Sampa, vou com certeza. Juliana se você quiser eu moro pertinho de Moema e posso comprar o seu ingresso, é só a gente combinar!

Confesso que eu não estou muito acostumada a escutar música instrumental, mas as vezes escuto um jazz ou uma música clássica, geralmente quando quero relaxar e deixar os pensamentos fluírem, a música cantada, pelo menos pra mim, te direciona a certos pensamentos. To viajando, não sei se me fiz entender.

Conheço muito pouco do trabalho da Céu, não tenho uma opinião formada, mas vou procurar escutar. Quanto ao Daniel Santiago, a dica está anotada e eu até comentei com minha mãe, que adora música instrumental, e ela disse que já ouviu o trabalho dele e gostou muito.

Adoro andar de bike! Quando era menor e morava no interior fazia tudo de bike, mas resolvi mudar pra cidade grande e caótica, daí já viu. Minha sorte é que moro do lado da faculdade e não preciso me estressar no trânsito.

Sobre o CD da Ana, com certeza vou ouvi-lo de forma diferente. Adorei a sua análise sobre algumas músicas. Tinha gostado muito de "Era" e agora ela ficou até mais interessante.

Bom final de semana pra todos e bom shows pra quem for.. eu, infelizmente, não vou poder ir no da Maria Gadú.

Bjs

Antonio Villeroy disse...

Não gosto de falar da vida pessoal, mas como já perguntaram aqui pela Gabi
e agora sobre meu estado civil, pra que não se questionem nossas liberdades de conduta, estamos sim separados de fato desde o começo do ano e de direito desde maio.

Pedalando até a casa de minha amiga AC levando um tambaqui pra assar na brasa.

Tâmara disse...

Oi Antônio!

Gostei do post.
Sempre gosto quando vc fala sobre música instrumental, principalmente naquela época da trilha para o filme.

O Daniel Santiago estava tocando no CD Brasilianos do Hamilton?

Gosto também do violão do Yamandú,Renato Borghetti,Isaías,Danilo Brito e alguns compositores de choro (principalmente Jacob e Waldyr Azevedo)

Esta semana ouvi Arthur Moreira Lima, Abel Ferreira e Conjunto Época de Ouro (Odeon de 1962).

Conheci o Arthur Moreira Lima na época que ele tinha aquele projeto de levar o piano em um caminhão.
Quanto ao Abel Ferreira, eu conhecia algumas composições, mas nunca tinha ouvido ele tocando.

É isso.

Abraço.

Bárbara disse...

Boa tarde To...

Bom, achei interessantíssimo quando você diz acreditar em vidas passadas, eu costumo ler muito livros espíritas, mas não estou certa, ainda, se considero-me uma pessoa voltada para religião espírita. Até brinco falando que minha religião é Deus, é ter fé em Deus...Mas adorei saber que você e a Ana se dão tão bem...desde tempos passados...Gosto de acreditar nisto!

Quanto aos pombos em São Paulo, bom, eu falei após ler o que a Juliana escreveu. Ela diz,"Mas aqui em SP (capital) há um bom esforço da Zoonozes em tentar controlar a proliferacao de pombas pela cidade, principalmente tentando conscientizar a populacao de que nao deve-se alimentá-los como animais de estimação!", não vejo isto acontecer pela cidade do Rio, pelo menos, nos 3 anos que moro aqui.

Iria amar ler um próximo post falando mais profundamente sobre encarnações...Gosto e admiro muito as pessoas que sabem e acreditam neste fato...

Totonho?! Poxa, que [inveja boa]...rsrsrsrsrs...Indo de bike pra casa da Ana levando um Tambaqui pra assar??? Hum...que delícia!!!...

Sabe iria adorar ir ao Sesc Copacabana hoje, mas tenho um casamento pra ir...Bom, deixa correr que hoje meu dia tá que tá...

Bjão e fica com Deus, manda bjo pra Ana por mim...rs...Bom apetite!!!

Xau.

Enterrem o meu coração disse...

Oi Antônio! Sim, o meu nick tem a ver com esse livro e com o filme de mesmo nome. Ele trata do massacre do povo indigena na América do Norte, mas trata também do orgulho e da força moral desse mesmo povo. Quanto a Maria Madalena e o seu papel na vida de Cristo, a cada dia há uma nova revelação. Tudo aquilo que a igreja católica sempre utilizou para minimizar o papel dela, e de qualquer outra mulher, e também para convencer que Jesus era um Deus e não um humano com um espírito evoluído, está caindo por terra. Dia chegará em que a verdade será revelada, mas acredito que muito tempo ainda se passará até que ela seja aceita: que o que havia de Divino no Cristo era o seu espírito superior. Fisicamente ele era homem e como tal ele agia. Falar sobre vidas passadas é sempre um prazer, pra mim. Há muito aprendi a descobrir o que é um sonho e o que é uma retrocognição. Esta última serve pra mostrar o caminho a ser seguido, quando se aprende a lição daquelas lembranças. Com certeza em algum outro dia você tocará nesse tema. Vejo que você tem uma grande sede de conhecimento, em todos os sentidos, mas que busca principalmente o enriquecimento espiritual. A humanidade caminha a passos largos na questão de desenvolvimento tecnológico, mas o ascensão moral é feita individualmente, a passos de formiguinha. A cada um de acordo com o seu merecimento e com a sua vontade de crescer... A busca é incessante e o iniciado enfrentará sempre maiores dificuldade para a subida, é tudo que aprendi a respeito neste quesito. Nada é dado de graça, somente quem busca encontrará, é isso, não é? Bjks e um excelente resto de sábado que aqui no litoral norte de São Paulo está deliciosamente cálido...

Ana disse...

eita q nunca ouvi falar nesse tal de tambaqui! hahahahaha Espero q tenha sido ótimo!

Caramba fiquei caçando a dica da lista do dvd da Ana ! Engraçadinho! rs nem achei... hehe

vou te ver hj.

nada a ver vc falar q ta solteiro! ;)
eita povo curioso... entendi o q quis dizer, brincadeirinha... he


bjão
te adoro

veluma disse...

Oi genteee , Barbii amiga. Giselle, Ju , Hanna, Belle.
E ANTÔNIO.
Nem sei por onde começar a escrever. Bom vou começar reclamando, hoje é sabado, são 18:25 da noite e só agora eu estou sabendo do show. Nem que eu fosse voando conseguiria me arrumar, e chegar lá antes das 21:00.
To super chateada, pois vou ter que esperar até o bratuques pra te ver. Ou então se vc fizer um sarau antes ( oq eu acho dificil)eu vou poder te ver . Vc bem que podia tirar um dia de folga pra almoçar com a gente né?
O restante do tópico vou comentando aos poucos , aliás é muita informação.
"Incrivel como vc passeia com naturalidade em diversos assuntos
[2]. E é isso que me prende aqui.

veluma disse...

Ah , sobre a natureza, precisamos mesmo cuidar dela.
" O Rio de Janeiro continua lindo".
Pode até continuar lindo, mas imundo.
A frase correta seria " O Rio de Janeiro continua sujo"
E eu não falo só dos outros não. Começo por mim mesma. Não tenho cuidados nenhum com a natureza. A única coisa que faço é não jogar lixo na rua, porque de resto não tenho nehuma atenção em especial.
Pombo ? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Odeio,tenho muito nojo. Vejo muitos pombos no centro da cidade do RJ e fico com maior medo deles.
Bicho nojento. Ecaaaaaaaaa.
Barbara , tomou uma carimbada é?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Bem feito com a camisa do São Paulo até eu faria isso contigo.
Sobre andar de Bike , realmente é muito gostoso. Porém quando se mora em um lugar agradável pra isso né? Eu já "perdi" duas bicicletas assim , passeando.
Me roubaram na cara de pau. Um ladrão até me pediu carona, Dizendo que tava atrasado pra pegar o ônibus. Quando eu cheguei no ponto ele delicadamente me disse " perdeu, vai voltar a pé bonequinha, E dá proxima vez seja menos lerda." (Tá rindo, é?). Na hora eu fiquei em estado de choque, achei que fosse brincadeira. Mas hoje eu vi o quanto fui idiota. Nem sempre vale a pena tentar ajudar os outros.

veluma disse...

Daniel Santiago, Lokua, Max e Lobo.
Não vou ser hipócrita e nem mentirosa de falar que adoro. Mas quando a indicação é sua, começo até a pensar no assunto e prestar mais atenção no trabalho deles.

Já falando da MARIA D CÉU, no meu MP3 tem algumas músicas dela como: "lenda" "samba na sola" "cangote" (o sambinha qual vc se refere ?)"Rosa menina Rosa"
Gosto das canções e da voz da mesma, mas nada que abale o meu viver. O fato dela não ser uma moda, já me agrada . Pois odeio artistas que aparecem. Acho que sou meio egoísta e não concordo com o fato de muitas pessoas gostarem dos "artistas" ( se é que algumas pessoas podem ser chamadas assim né?) pela cara e não pela música. Existem vários exemplos por ae, mas prefiro não citar nomes para não começar uma polêmica atoa.

A Nuvem de Nejar disse...

Não vai dar pra ser post aqui, Antônio. Ficou imenso demais.

Postei aqui:

http://innerskin.blogspot.com/2009/09/respondendo-httpacameraquefilmablogspot.html

Abs!

PS.: Amei tudo!
PS.: Minha compulsão pela escrita está um horror! rsrs

Juliana!!! disse...

Totonho e pessoal,
Cheguei do show da Maria Gadu agorinha e poderia escrever umas 84843843 linhas sobre... Resumindo: INCRIVEL Maria Gadu! hehehehe
AGORA o que cabe ao nosso querido Antonio: falaram (atendentes do Cafe Paon) q começarao a vender possivelmente na 3a feira!
Ah, na saida do show da Gadu ja estavam tocando o seu DVD Sinal dos Tempos lá no salao inferior "Piano Bar!"
Que noite otima, completa!!!!! A MUSICA é definitivamente algo q contagia a minha vida!
Bjossssssssssss

veluma disse...

Ainda falta eu escrever mais coisas sobre o post.
Leticiaa , eu estava com saudades de tii menina . Terça feira está de pé?
Ah, quero falar com vc uma coisa importante. Sobre a escrita. rs
veluma.nunes@exmarc.com.br

Meu email . me mande o seu.
Beijos .

Juliana , invejinha boa de tii .
To indo pegar uma praia meninas.
Beijos.

Antonio Villeroy disse...

aquela passadina

Angela, legal ouvir essas hsitórias de Floripa, a Ilha da Magia. Uma vez rolou um lance muito interessante cimigo lá , uma hora eu conto. E também adorei saber que seu filho curte minhas músicas. Onde se encontra esse disco de mantras que vc falou? Vc ainda vê alguém do tempo da Agronomia. Eu reencontrei o Caraeca no ano passado quando fui homenageado com o titulo de Cidadão Honorário de Porto Alegre. Bjs

Veluma, que bom que você deu os ares. Desculpa por não ter informado do show antes, mas como era uma articipação pequena esqueci de falar. Mas já está no post desde quinta. O show foi bárbaro, mas isso contarei no próximo post.

Letícia fui no seu blog. Vc escreveu quase um testamento. Bonita sua história com seu pai e também a forma como seu ex marido cuida das filhas. Quanto ao tambaqui, é assim mesmo, pra mim não tem esse peso todo que há pra você, é a mesma coisa que Veluma dizendo, vou pra praia com as meninas, com a maior naturalidade. Quem não tem praia na cidade deve pensar a mesma coisa, essas cariocas vão a praia com a maior facilidade ... eheh

Por falar nisso, estou indo pedalar, fazer uma yoga na Lagoa e depois pedalar mais com amigos. No meio da tarde uma marzinho pra refrescar. Depois tenho que repassar o show de São Paulo. Juliana, que legal que vc foi na Gadu, ela é demais mesmo!!!!! Viu meu irmão lá?

Bom domingo pra todo mundo.

Pia Fraus disse...

sou filha de um judeu ateu... coisa básica... mas, a kabbalah foi sintonia total! leu algum livro específico da Àrvore? estou procurando um grupo de estudos também, mas, estou fugindo de "caça-níqueis"... é incrível como tem gente apenas para ganhar dinheiro nessa... de fato, ganha-se prosperidade mas, a grande razão é um outro ganho... sobre a eubiose vc tem algum livro para indicar???

bjinho

Ana disse...

Olá pessoal!
Isso aqui é muito legal!!!

Letícia tive q ir ao seu blog conferir seu testamento! rs Adoro o q escreve e como escreve! Muitas histórias, hein! Amo muito tudo isso!

Totonho e pessoal bom fim de domingo.

bjs

Hannaly Oliveira disse...

Tots, falei com você pelo Facebook no outro dia, mas não sei se minha mensagem chegou.. Uma amiga minha de SC, cantora, gravou "Uma Louca Tempestade" no cd e dvd dela.. ela me mandou uns 'exemplares' e disse pra dar pra quem eu quisesse.. Eu como tem uma música, sua, acho justo te dar um. Te entregarei na próxima oportunidade. Inclusive, acho que vocês já se conheceram.. ela se chama Celina.

Se quiser conferir antes de receber o dvd, ta aí...
www.myspace.com/cantoracelina

beijones! ;*

Angela disse...

Oi Totonho

Os cds do Krishna Das que eu tenho comprei na Lagoa, em Floripa, numa loja chamada Bruxa da Ilha.Na próxima semana irei a Porto Alegre, a trabalho (florais) e vou encontrar com minha filha que mora no Rio. Se quiseres, posso copiar o que tenho e mandar por ela (para veres se gostas) ou então comprar pra ti na loja, não sei se alguém vende aí no Rio. Me parece que ele já fez show por aí...Dá pra ouvir alguma coisa no site dele www.krishnadas.com, também no www.youtube.com/watch?v=lxXfI6lbXPU
www.youtube.com/watch?v=7WpdSh8VYd4
www.lastfm.com.br/music/Krishna+Das.

Qualquer coisa, me avisa. Pode ser por email (pujaghazal@gmail.com)


Quanto ao pessoal da Agronomia não vejo ninguém...Na verdade tem a Debora (era da tua turma?) e o Fábio Pedó, e o Pinheirinho que dão aula na Agronomia daqui, mas não eram muito da minha turma...
Até ia te perguntar sobre o Careca, Sergião e Barthô, que nunca mais vi...A Tina parece que tá morando em Sampa...Na verdae, vim pra Floripa em 87 e perdi o contato com quase todo mundo...

Boa semana para todos!!!

Tainara Cláudia disse...

Oii, Totonho!!
Oii, blogueiros!!

Nossa esses dias atrás que teve um Show do Milton Nascimento em Três Pontas (próximo daquio ond eue moro) com a participação especial do Lokua Kanza e do Lenine, fiquei com muita vontade de ir, mais não tive como ir, mais na próxima vez eu vou!! rsrs

Totonho, achei legal você falar de vidas passadas. É um assunto importante, mais ainda não muito aceito. Teve uma época que a Igreja Católica aceitava a Reencarnação, mais depois de alguns concílios foi retirada dos ensinamentos.
A Igreja Católica ocultou a maior parte da verdadeira história de Jesus. Já estudei sobre a vida oculta de Jesus na Eubiose e hoje eu vejo o quando a Igreja Católica interpreta as coisas de uma maneira de que as pessoas fiquem cegas a verdade.

Falando na Kaballa, eu ainda não estudei o livro, mais ela é fundamental nos estudos eubióticos e aprendo algumas coisas, mais tenho vontade de estudar só a Kaballa pra entender tudo melhor.

Falando de Roso de Luna. Ele é incrível. A uns dois meses atrás eu terminei de ler um livro dele: "De Sevilha a Iucatã - Uma viagem ocultista através da Atlântida". Eu acho a linguagem do Roso de Luna um pouco complicada, as vezes tive que reler algumas partes pra entender e algumas ainda ficaram sem compreensão. Livros que tratam de assuntos trancendentais tem que ser reelidos sempre, porque cada vez que você lê, você aprende, entende ou descobre uma coisa nova.

Mudando de assunto.
Ouvi o Cd da Céu achei maravilhoso. Todas as músicas gostosas de se ouvir.

Pia Fraus, você pediu para indicar uns livros sobre a Eubiose. Esse é um link de um site da Eubiose que na sessão Livraria Eubiose você vai encontrar vários livros sobre a Eubiose. E o site ainda trás outras sessões interessantes.

http://www.jhs.org.br/


Totonho, você já pensou em voltar a estudar na Eubiose?

Beijos para todos!!
Beijos Totonho!!

Pia Fraus disse...

Tainara, obrigada... tinha entrado no site um tempo atrás, por indicação também. mas, sempre tem um livro que é pra quem se "inicia"... mas, vou passar por lá novamente.
Antonio e Angela, esse Careca em que falam é o Carlos Careqa?

bjinho

Juliana!!! disse...

Boa Noite, Antonio e Pessoal!!!!!!

Entao, vi o Gastao sim!!! Porem qdo fui falar com a Gadu ele nao estava mais no camarim!

So o vi tocando e cumprimentei do palco mesmo... Nem sei se ele me reconheceu, enfim.. Educados somos, né?! Manda um bjo pra ele, ok!

Ele vem 6a feira tocar com vc???? Adianta a banda toda pra gente, please! kkkk
Passar o show pra SP....Eba, eba, eba, TA CHEGANDO!!!!!!!!!!!
(Lembrete: Nao esquece de sugerir o titulo, hein! hehehe)

A Maria é demais mesmo, tudo me encanta (desde o Tom Jazz- agosto)! Na minha opiniao, uma das melhores coisas q ja apareceu nos ultimos tempos... Ja comentei com ela q vc é do dono da dica "Escute Gadu" via blog. Ela te adora (fala muito bem de ti)!!!
Engraçado q ela me reconheceu de orkut, facebook, sei lá! Disse Juliana PREIXXTO (Presto no carioques) hehehe
Ai, vcs sao uns queridoes, mesmo! hehehe

Bom, por hj é isso! Acabei de chegar e ainda tenho q organizar umas coisas em casa!

Se puder, conte como foi o show ontem!!!

Bjao e ate brevissimo!

AMANDACAMPOSAC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Veluma Nunes disse...

Gente , a praia estava ótima. E com essa chuvinha agora a noite caindo na minha janela, estou nas nuvens. Porém cansada. Adoro o mar, quanto mais gelado tiver melhor, mas, o sol me cansa.

Falando de reencarnações.
Bom, eu sou Historiadora né? Não gosto de discutir alguns assuntos como esses. Mas sem dúvida é algo que me fascina e me intriga.
Acredito muito nisso, Acho mágico essa coisa de vidas passadas. Mas tbm acredito que "oq agente faz aqui não se paga aqui". Mas sim "se paga lá ".
Lá na outra vida. As vezes as pessoas sofrem e não sabem o porque. Na minha humilde opinião estão apenas pagando "carmas" de outras vidas.
Beijos , e até mais .

Veluma Nunes disse...

Ah , Antônio , estou começando a fazer minha monografia, mas estou em dúvia quanto ao tema.
Vc pode me ajudar? , tenho 2 assuntos preferidos.
" A influência do Nazismo no governo de Vargas." onde eu irei dar destaque nos prós e nos contras que a Alemanha e Hitller tiveram sobre o nosso governo.
E o outro;
" O roubo do Brasil pela Colônia Portuguesa" Aonde irei claramente falar das injustiças cometidas pelos portugueses quando inventaram a " descoberta" do Brasil.

PS: NÃO SÓ O ANTÔNIO NÃO TÁ GENTE?
AQUI TEM MUITAS MENTES BRILHANTES JUNTAS. QUAL O TEMA VCS ACHAM QUE EU DEVO MONOGRAFAR? . Tenho material para os dois .
Ajudas? beijos e obrigado desde já.

Ah , tem post novo no meu blog. Passa la, o assunto está interessante. Tots , espero vc lá tbm heim .
http://velumanunes.blogspot.com/

Veluma Nunes disse...

Desculpem os erros de português , estou com sono. Depois ainda vou voltar para falar de outros assuntos.
Boa noite e boa semana .
Beijos meu e de Glorinha para todos.

Tuila Bittencourt disse...

Oi pessoal!
Veluma e Totonho fiquei com uma invejinha boa de vcs. Realmente é inacreditável a facilidade com a qual vcs vão pra praia. Quem sabe um dia eu moro num lugar assim, com essa facilidade toda.

Sobre as vidas passadas, acho um assunto super interessante, apesar de não saber muito. Ia adorar aprender um pouco mais.

Boa semana pra todos
Bjos

AMANDACAMPOSAC disse...

TOTONHO

POMBOS???CHEIRO RUIM MESMO

EU GOSTO DE MÚSICAS INSTRUMENTAIS!!!SEMPRE OUÇO!!!TB AMOO ESCUTAR CANÇÕES NO CARRO, VOLUME ALTO,QUER DIZER MUITO ALTO!!RSRSRS

MARIA GADU TB É ÓTIMA!!!JÁ ESCUTEI E ADOREI SUA VOZ

ANA CAROLINA EU NEM PRECISO DIZER,AMOOO AC!!!TOTONHO SUAS CANÇÕES SÃO LINDAS!!!AONDE VC ARRANJA TANTA INSPIRAÇÃO,E NA VOZ DA ANA FICA PERFEITO!!! ESSA PARCERIA (AV E AC)É TUDOOO!!!GARGANTA ESSA CANÇÃO NÃO PARO DE ESCUTAR!!!

ESSE DISCO "N9VE" DA ANA É TUDO!!!NÃO PARO DE ESCUTAR!!!
AMO A CANÇÃO "10 MINUTOS"!!!

ESSA MÚSICA "ERA" É A MELHOR CANÇÃO DO DISCO,KARAMBA AONDE A ANA CAROLINA TIROU ESSA LETRA,È EXTRAORDINÁRIA,MARAVILHOSA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!PERFEITA "ERA"!!!
A FRASE "EU SOU FILHO DO AMOR,NÃO DE DEUS NEM DO DIABO",PERFEITO!

QUANDO VC DISSE SOBRE VIDAS PASSADAS,ESSA CANçÃO TEM TUDO A VER,SE VC DISSE QUE CONVIVEU COM A ANA NA FRANçA,COM CIGANOS,PODES TER CERTEZA QUE SIM!!!HÁ UM GRANDE MiSTÉRIO QUE REINA SOBRE ISSO.
VC FALA COM A AC SOBRE VIDAS PASSADAS,CERTEZA QUE VCS JÁ FORAM AMIGOS HÁ MUITO TEMPU!

OUTRA CURIOSIDADE?VC DISSE QUE FOI NA CASA DA ANA CAROLINA PEDALANDO DE BICICLETA?KARAKA NÃO ACREDITO!!!VC CONSEGUIU SUBIR AQUELAS LADEIRAS DA SUA CASA ATÉ A CASA DA AC NO JARDIM BOTÂNICO,FOI UM GRANDE EXERCÍCIO,HEIN!!!RSSSSSSSSSSSS

ADOREI SUA CANÇÃO HEROINA E VILÃ,QUERO IR NO SEU SHOW NO PROJETO BATUQUES!!!
TOTONHO QDO VAI TER O PRÓXIMO SARAU?SERÁ QUE POSSO IR?
BEIJUS

FIKA COM DEUS!!!
BEIJUSSS E UM GRANDE ABRAÇO

AMANDA CAMPOS - AC

RJ,20/09/2009

TB TÔ TE SEGUINDO NO TWITTER,JÁ MANDEI VÁRIOS REPLIES PRA VC,+ NÃO ME RESPONDEU!!!MEU TWITTER : twitter.com/AMANDACAMPOSAC
MEU MSN : amandacampos.ac@hotmail.com

Bárbara disse...

Boa Noite!!!

Acabei de escrever e meu pc deu 'pau'...vou tentar colocar da mesma maneira...rs

Apareci, primeiramente, para confessar que entrei no blog da Letícia e adorei saber que os pombos são boas lembranças para ela. Também fiquei admirada quando ela fala das suas filhas, parece que a cena se forma, são olhos maternos e paternos cheios de amor olhando 'criaturinha' que parecem tão frágeis e doces. Não tenho filho, mas costumo falar que amo tanto a minha mãe que parece que meu amor por ela é de mãe com filha e não vice versa.

Veluma amiga, ainda estou chateada comigo mesma por aquele motivo, mas sei que haverá muitas outras oportunidades à você. Quanto a sua manografia, não poderia ajudar, afinal história é fascinante e sou suspeita de falar sobre qualquer periódo da Era Vargas ou do Hitler, são momentos da história que eu amo. Suas duas opções são perfeitas e certamente você saberá conduzi-las muito bem.

Totonho, ontem falei de você e de seu blog com um rapaz que acabara de conhecer, o Guilherme. Ele disse-me que fez uma manografia em cima da Pedra da Gávea. Pedi emprestado para ler, quando tiver em mãos, se me permitir, volto nesse assunto tão espetacular.

Bom, vou dormir que amanhã acordo cedo, tenho um trabalho no curso logo pela manhã.
Bjão à todos.

P.S. Luma, também não esculacha com meu time...rsrsrs...

Claudinha disse...

Antonio... teve tanta informação bacana nesse post, que até me perdi na hora de comentar!rs...
Bom, primeiramente, achei perfeito o adjetivo "ensolarada" para a Céu, gosto muito do trabalho dela, e depois de ler o que você escreveu fiquei com muita vontade de conhecer o novo disco!
Sobre o disco da Ana, eu gostei muito, e achei curioso você comentar justamente sobre a frase “todas as moças são partes que encontrei em mim” da música 8 estórias, pois essa frase me fisgou na primeira vez que ouvi a música e desde então tenho refletido muito sobre as projeções que fazemos sobre as pessoas... e essa análise que vc fez sobre a música Era, me fez ouvi-la com ouvidos mais aguçados... e me despertou sobre a importância de tomarmos as rédeas das nossas vidas...
Fiquei muito interessada em conhecer o trabalho do Lokua Kanza, eu não o conhecia... acredita?
E por fim, que bacana essa apresentação que fará dia 25... me deu vontade de ir a São Paulo assistir, mas infelizmente não poderei... Bom, mas o show já foi apresentado no Rio, São Paulo e Porto Alegre... quem sabe chega a vez dos mineiros?!?!?!
Quando vier se apresentar em Minas não deixe de tocar "Da Laia Do Lama"!!! É a que tenho ouvido mais nos últimos dias!!!!!
Aliás, bem que você podia vir mesmo se apresentar por aqui, heim?!
Aliás, Antonio, gostaria que você me tirasse uma dúvida: Minas é um lugar que inspira a arte, berço de tantos artístas talentosos, mas aqui as coisas não fluem como no Rio, SP e Porto Alegre, por que????
Claro que acontecem coisas bacanas, agora mesmo está acontecendo o BH Music Station, mas parece que aqui os eventos musicais andam mais devagar por aqui, ou eu estou equivocada???Bom, mas se os bons shows vêm com menos frequência à Minas, os mineiros vão até os bons shows!!!rs... por enquanto é isso! Ótimo show dia 25!!!!! E aguardo o post "daqueles" antes de ir pra Sampa, heim ! :)

Claudinha disse...

Antonio... teve tanta informação bacana nesse post, que até me perdi na hora de comentar!rs...
Bom, primeiramente, achei perfeito o adjetivo "ensolarada" para a Céu, gosto muito do trabalho dela, e depois de ler o que você escreveu fiquei com muita vontade de conhecer o novo disco!
Sobre o disco da Ana, eu gostei muito, e achei curioso você comentar justamente sobre a frase “todas as moças são partes que encontrei em mim” da música 8 estórias, pois essa frase me fisgou na primeira vez que ouvi a música e desde então tenho refletido muito sobre as projeções que fazemos sobre as pessoas... e essa análise que vc fez sobre a música Era, me fez ouvi-la com ouvidos mais aguçados... e me despertou sobre a importância de tomarmos as rédeas das nossas vidas...
Fiquei muito interessada em conhecer o trabalho do Lokua Kanza, eu não o conhecia... acredita?
E por fim, que bacana essa apresentação que fará dia 25... me deu vontade de ir a São Paulo assistir, mas infelizmente não poderei... Bom, mas o show já foi apresentado no Rio, São Paulo e Porto Alegre... quem sabe chega a vez dos mineiros?!?!?!
Quando vier se apresentar em Minas não deixe de tocar "Da Laia Do Lama"!!! É a que tenho ouvido mais nos últimos dias!!!!!
Aliás, bem que você podia vir mesmo se apresentar por aqui, heim?!
Aliás, Antonio, gostaria que você me tirasse uma dúvida: Minas é um lugar que inspira a arte, berço de tantos artístas talentosos, mas aqui as coisas não fluem como no Rio, SP e Porto Alegre, por que????
Claro que acontecem coisas bacanas, agora mesmo está acontecendo o BH Music Station, mas parece que aqui os eventos musicais andam mais devagar por aqui, ou eu estou equivocada???Bom, mas se os bons shows vêm com menos frequência à Minas, os mineiros vão até os bons shows!!!rs... por enquanto é isso! Ótimo show dia 25!!!!! E aguardo o post "daqueles" antes de ir pra Sampa, heim ! :)

Claudinha disse...

PS: não falei que tinha tanta coisa bacana no post que até me embolei?! rs.... Esqueci de falar sobre a bike!!!!! Acho muito bacana esse movimento de ir para os lugares de bicicleta!
Hoje vi um post seu no twitter falando sobre pedalar na beira do mar num dia de domingo, fazer yoga...ai ai...senti até um gostinho de água de coco!!!!!
Ótima semanda :)

Antonio Villeroy disse...

Juliana, como falei no corpo do post, o show em sampa é de voz e violão (ou seja, sem banda), mais intimista, mostrando as canções como foram feitas, fazendo aquele bate bola com a platéia.

Claudinha, Porto Alegre é um pouco como BH e no Rio também não tem tantas opções como São Paulo.

Veluma,são dois bons temas. O de Getulio é mais polêmico (dentro do Brasil) e mais específico e o do roubo do Brasil pela colônia portuguesa mais amplo, envolve toda nossa história, desemboca nas nossas vocações nos rumos dados ao país, incluindo aí Getulio, etc. A pesquisa terá que ser mais completa.

Pia, conheço também o Carlos Careqa, compositor paranaense que mora em São Paulo, mas não é a mesma pessoa de quem falei com Angela. Esse é agrônomo e mora no interior do Paraná.

Sobre twitter, não conheço direito como funciona, mas acho que para recebermos a msg de alguém tb temos que estar seguindo essa pessoa. A cada dia aparecem umas 20 e poucas pessoas me seguindo. Atualmente tenho 629, no final do dia deverão ser umas 650 e assim progressivamente. Se for seguir todo mundo não terei sossego. Acho melhor falarmos por aqui até encontrarmos outra solução.

Boa semana!!! Beijo pra quem for de beijo e abraço pra quem for de abraço.

Juliana!!! disse...

Totonho,....
Perdao em "nao ler" a informação de q sera voz e violao apenas... É q sao muitas palavras, muitos textos, muitas informações, ok!! Sorry!!
Ate mais no show intimista!!!!!!!!!!
BJAO e Abraçao!

Hannaly Oliveira disse...

Antonio, do lado direito da página, no twitter, tem escrito @antoniovilleroy , se você clicar lá, você lê todas as mensagens que te escrevem (e também as msgs em que usam seu nome) sem precisar seguir quem escreveu, super prático.

Antonio Villeroy disse...

Oi Hannaly, obrigado pela dica. Fui lá.
Umas 700 msg. To frito!
Bjos

Enterrem o meu coração disse...

Antônio, esse Carlos Careca que você disse morar no interior do Paraná seria o Carlos de Ré, que é de Passo Fundo, e cuja irmã Rosmari, também é agrônoma?

Antonio Villeroy disse...

Não, o Carlos de Re é primo do Nei Lisboa e vizinho de minha mãe em Porto Alegre. O Careca da Agronomia chama-se Alexandre Leite Rosas é de Porto Alegre e trabalha na Emater no Paraná e o Carlos Careqa é músico, natural do Paraná e mora em Sampa.

Portanto se antes havia 2 pessoas, com o seu viraram 3.

Enterrem o meu coração disse...

Obrigada por esclarecer, como dizia a minha avó, este mundo é mesmo um OVO. Bjs e boa semana, vou ao seu show na sexta!

celeste disse...

Muito, Muito boa noite Antonio, cheguei a vc através do trabalho de AC., e estou encantada.Seus comentário são nota 10. Dia desses estava ouvindo a musica Laia do Lama interpretada por vc. e AC., (orquestra de câmara do theatro São Pedro), e em seguida 8 estórias da AC. O ritmo da batida é semelhante de mais.